Crédito: Reprodução/Facebook (Juliana Tuma)

A pastora paraense Juliana Tuma divulgou uma nota de esclarecimento em suas redes sociais nesta quarta-feira, 29. No texto ela explica que foi mal interpretada e está sendo linchada virtualmente por causa do vídeo em que postou falando que o cantor Gabriel Diniz iria para o inferno porque cantava para o diabo.

A pastora afirma que já acionou os advogados e vai tomar as medidas cabíveis.

LEIA MAIS

Em nota, Juliana declara que errou e se arrepende do que falou. “Fui mal interpretada, tanto que apaguei os stories de imediato, porém já havia viralizado de forma negativa”, assegura.

Entenda a polêmica e assista ao vídeo:

“Caiu o avião daquele da Jenifer. Ai meu Deus! A vida é um sopro”, declara a pastora. “Cantar para o diabo é um caminho sem volta. O pior de tudo é que foi para o inferno”, afirma.

“Por isso que a gente tem que entregar nossa vida para Jesus. Eu entreguei com 27 anos, graças a Deus”, ressalta.

Gabriel Diniz morreu na segunda-feira, 27, em um acidente aéreo em Estância, Sergipe. Ele ficou conhecido por ser o dono do hit “Jenifer” que foi sucesso no verão.

Segundo o Instituto Médico Legal (IML), o motivo de sua morte foi politraumatismo devido ao impacto da queda. O corpo de Gabriel foi velado no ginásio poliesportivo Ronaldo Cunha Lima, em João Pessoa, na Paraíba

Com informações Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *