Aumento também vale para setor empresarial. Reajuste foi autorizado pela Aneel no dia 31.

 

O Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA) divulgou nesta quarta-feira (1), o percentual anual de reajuste da tarifa de energia elétrica no Pará. No último dia 31 de julho, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou as Rede Celpa, concessionária de energia do estado, a fazer o reajuste nas tarifas vigentes em todo o Pará. Os percentuais de aumento valem para os consumidores residenciais e também para o setor industrial.

Aumento vai afetar quase 2 milhões de unidades consumidoras no estado.
Reajuste também vale para as tarifas do setor empresarial.

De acordo com o Dieese, o reajuste vai afetar 1,83 milhão de unidades consumidoras de energia elétrica, nos 143 municípios do Pará. Considerando consumidores residenciais e empresariais, o percentual do reajuste anual ficou em uma média de 10%.

Para os consumidores residenciais, o percentual de aumento será de 7,49%, menor que o reajuste do mesmo período de 2010, quando as contas de energia elétrica ficaram 10,94% mais caras.

Já para os comerciantes e indústrias, a nova tarifa vai aumentar em média 14,9%. Percentual bem acima do reajuste realizado no mesmo período de 2010, quando o aumento da tarifa de energia elétrica para o setor empresarial foi de 10,47%.

Segundo o Dieese, o reajuste da tarifa, tanto para residências quanto para empresas, é quase o dobro da inflação calculada para os últimos 12 meses, de 5,42%.

Reajuste ainda não irá vigorar
De acordo com o Dieese os reajustes deveriam começar a valer a partir do próximo dia 7. Porém, segundo a Aneel, como a Celpa está inadimplente com a União, as novas tarifas só entrarão em vigor após a regularização e comprovação das obrigações intrassetoriais da empresa.

A Celpa informou que está ciente da situação dos débitos em aberto, e que pretende regularizar os pagamentos o mais breve possível para que o reajuste comece a vigorar em 7 de agosto.

Saiba mais – Portal Tailândia-PA – O portal de notícias da sua cidade!

REAJUSTE ANUAL

O percentual de reajuste anual para os consumidores residenciais (baixa tensão e baixa renda) será de 7,49%. Em agosto de 2010, quando a Aneel autorizou o último aumento para a Celpa, o reajuste médio para os consumidores residenciais foi de 10,94%, sendo que para o consumidor residencial o reajuste foi de 11,89 % e os de baixa renda, de 5,71%.

Já para os grandes consumidores da Celpa (Alta Tensão), o reajuste autorizado pela Aneel foi de 14,90%. Ainda em 2010, para o setor empresarial, o reajuste foi de 10,47, variando entre 8,62% a 23,71%, enquanto que no ano passado (Agosto/2011) a Aneel autorizou a Celpa a prorrogar o reajuste autorizado em agosto de 2010.

REAJUSTE PERIÓDICO

Para este mês, além do reajuste anual, a Aneel também autorizou a Celpa a incorporar ao mesmo outro reajuste por conta da 3ª revisão tarifária periódica da concessionária em um percentual médio de 2,73%. Isso envolvendo também tanto os consumidores residenciais quanto empresariais, sendo que para os consumidores de baixa tensão o percentual será negativo em -0,27 %; já para os grandes consumidores, o reajuste médio será de 8,58%.

 

 

G1 Pará, Diário do Pará, Portal Tailândia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.