Crédito: REPRODUÇÃO / RECORDTV MINAS

Um homem é suspeito de jogar a própria filha de 6 anos no rio Piranga e pular em seguida em Ponte Nova, a 180 km de Belo Horizonte. De acordo com a mãe da menina, o pai estava inconformado com o fim do relacionamento. 

Câmeras de segurança registraram o momento em que João Paulo Martins, de 26 anos, e a criança caminhavam pela ponte. Pai e filha teriam atravessado a via. Outra imagem mostra algumas pessoas correndo até a ponte logo após o momento em que a menina teria sido jogada e o homem pulado na água.

“Logo que jogou, ele pulou. A menina estava chorando, ele caiu em uma parte mais rasa e começou a puxar a menina para o meio da correnteza. Ela estava chorando e gritando. Aí ele deu umas pancadas, parece que para desmaiar, para ela afogar mais rápido. Ele estava segurando ela pelo pescoço e os dois afundaram”, contou uma testemunha que não quis ser identificada.

Os bombeiros iniciaram as buscas pelos dois na manhã do último domingo e, como eles não foram encontrados, os militares retomaram os trabalhos na manhã desta segunda, 7.

“A nossa cidade recebeu um volume de chuvas significativo nos últimos dias, o que causou o aumento do volume do rio, dificultando um pouco as nossas ações”, explicou o comandante do Corpo de Bombeiros, Luiz Francisco Borges.

A mãe da criança contou à polícia que havia terminado o relacionamento há alguns dias. Ela e o pai da menina ficaram juntos por sete anos, mas o homem não aceitou a separação. Ainda segundo a mulher, na tarde do último sábado, ele lhe enviou uma mensagem em que dizia que iria pular no rio junto com a filha, mas, como ela estava trabalhando, só viu o recado à noite, depois que tudo já havia acontecido.

Nas redes sociais, a mãe fez uma homenagem à filha.”Você não me ensinou a ficar sem você, minha filhinha”, publicou.

Por: R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.