Crédito: Reprodução/Redes Sociais

Novas imagens divulgadas na noite da última quinta-feira, 17, mostram as agressões sofridas por um morador de rua, de 48 anos, na noite de quarta-feira, 9, em Planaltina, no Distrito Federal em outro ângulo. Nos novos registros, é possível ver o homem nu sendo jogado contra o carro violentamente e em seguida sendo espancado com chutes e socos na cabeça.

No entanto, mesmo desmaiado, o homem segue sendo alvo do personal trainer Eduardo Alves, de 31 anos. As imagens mostram que o morador de rua não esboça nenhuma reação e fica deitado na calçada com os golpes. A mulher do personal chega a sair do carro sem roupa enquanto ele segue falando ao celular e chutando a vítima.

Até o momento, investigadores que atuam no caso indicam que encontraram vestígios de sangue no carro onde o casal manteve relações sexuais e citam que os exames continuam sendo realizados no automóvel e nos laboratórios, com o que já foi coletado. Neste ponto da investigação, os policiais também buscam detectar possíveis resquícios de sêmen, mas as imagens adiantam que os primeiros golpes feitos pelo profissional de educação física ao homem em situação de rua ocorreram ainda dentro do veículo.

Após tratar das diversas lesões na face e no corpo, o sem-teto recebeu alta do Hospital Regional de Planaltina (HRP) no fim da manhã de ontem, 17. Ele ficou aproximadamente uma semana sob cuidados na unidade de saúde. De acordo com a equipe de assistência social da unidade, o morador de rua foi transferido para um abrigo da Secretaria de Desenvolvimento Social, fora da cidade: “Ele está em um abrigo do DF. Pediu para não ficar em Planaltina”, completou a profissional. De acordo com os médicos, o homem não sofreu fraturas e está com o rosto menos inchado.

Por: Metrópoles

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.