Uma mulher de 33 foi presa em flagrante na última segunda-feira (7), suspeita de ter assassinado durante a madrugada, a facadas o ex-marido e, em seguida, ter decepado o órgão genital dele, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

No dia anterior que antecedeu o crime, o ex-casal que ficou juntos por 10 anos, e era, pais de dois filhos, um menino de 8 anos e uma menina de 5 anos, teriam discutido na pizzaria que mantinham em sociedade. 

Em um momento de raiva, André teria agredido um dos filhos do casal. Dayana Cristina Rodrigues Machado e a vítima continuaram brigando verbalmente até chegar a casa da acusada. De acordo com a polícia, o homem teria a ameaçado tirar a vida. Com medo, Dayane reagiu e o matou e, em seguida, cortando o pênis da vítima.

A família e a advogada de defesa da acusada, Carla Policarpo, afirmam que Dayana sofria agressões físicas e psicológicas por parte do ex-marido, por não aceitar o fim do relacionamento, e já havia denunciado ele à polícia. 

“Ela sofria diversas ameaças, agressões dele, inclusive com boletim de ocorrência registrado. Ele não aceitava o término da relação e dizia que se ela não ficasse com ele, não ficaria com ninguém”, contou Carla Policarpo. A defesa afirmou que ela se arrepende do crime e se apresentou à polícia por vontade própria. 

Em nota, a Polícia Civil afirmou que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG). Dayana foi autuada por homicídio qualificado e vilipêndio de cadáver – crime contra o respeito aos mortos.

A família da vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer a liberação do corpo.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *