Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

No estado de Goiás, uma mulher procurou a polícia e denunciou ter sido vítima de um golpe via Pix, onde perdeu R$ 65 mil reais em menos de 24 horas.

A vítima, Viviane Honorato, de 30 anos, contou à uma emissora de TV que pretendia dar entrada em um imóvel com o dinheiro guardado, mas se surpreendeu ao visualizar apenas R$ 0,58 de saldo durante uma consulta.

Viviane relata “Não sei se foi o meu telefone que clonou, tenho medo até de usar, vou trocar as senhas dos outros bancos, vou mudar senha, vou mudar tudo”. No golpe, o dinheiro da vítima foi enviado para 13 destinos diferentes, e usado para pagamentos de boletos, cartões de créditos e transferências.

A vítima destaca “Fiquei sem chão quando eu vi que foram feitos vários Pix e vi que nenhum dos nomes era conhecido, fizeram mais de 13 Pix com nomes desconhecidos”, contou. Viviane afirma que não passou seus dados para terceiros.

De acordo com a delegada de policia, Samya Noleto, o número de crimes cibernéticos aumentou depois da criação da modalidade de transferências Pix, mas que  é possível evitar os golpes ou agir logo após serem aplicados.

A delegada dá as seguintes orientações para maior segurança “Dá para cadastrar seu número de celular para receber SMS com informações de transferências feitas online e instantâneas. Você recebe assim que a transferência é feita. De forma que você consiga entrar em contato com o banco e contestar a transação” disse.

A Receita Federal e o Ministério Público investigam os casos. A vítima também contestou seu banco e aguarda a apuração do caso.

Por: UOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *