Reprodução: O Liberal

Um homem identificado como Wergerson Guimarães Silva, de 28 anos, foi morto a tiros na última quinta-feira (2), em via pública, no município de Iranduba. Além do crime, o que também chocou os populares que estavam no local foi a reação da mãe da vítima: ao saber da morte do filho, ela foi até o local, carregou o corpo antes da chegada da polícia e do Instituto Médico Legal (IML) e o levou para casa, colocando-o em cima de uma mesa de madeira e iniciando o velória lá mesmo.

As autoridades legais se dirigiram até a casa e removeram o corpo de Wergerson. Durante conversas com a mãe, a polícia ficou sabendo que, horas antes de morrer, ele disse à genitora que havia sido ameaçado.

Segundo a mulher, durante a madrugada, o filho bateu em sua porta e pediu para que ela fosse com ele para comprar cigarros. Eles voltaram para a casa e, momentos depois, ele voltou a sair. Horas mais tarde, a mãe já recebeu a ligação informando sobre o falecimento. Foi quando decidiu ir até o local do crime e, desesperada, preferiu retirar o filho morto de lá e o carregou até a casa.

Segundo ela, a decisão de tirá-lo com os próprios braços foi por achar que o IML iria demorar a chegar. 

O caso é investigado pela polícia.

Por: Portal do Holanda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *