Foto: Marcelo Casal Jr/Agencia Brasil

O Ministério da Saúde cancelou a compra de 15 mil respiradores que viriam da China para o Brasil. A ordem foi dada pelo próprio chefe da pasta, Nelson Teich. 

De acordo com o governo, a compra foi cancelada pois o fornecedor não conseguiu produzir os aparelhos. Além disso, a pasta alegou que, ao longo de três meses, uma rede de empresas ajudará a atender as necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), com 14.100 respiradores mecânicos. 

Os respiradores são essenciais no tratamento de pessoas em estado grave com Covid-19. Eles ajudam pacientes que não conseguem respirar sozinhos. 

Atualmente, o Brasil conta com 65.411 respiradores/ventiladores, sendo que 46.663 estão disponíveis no SUS.

*Com informações do Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.