Um médico pneumologista foi preso por ameaçar um paciente durante uma consulta na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, na tarde de quinta-feira, 30. Segundo informações de testemunhas, Enio Pires Studart teria sacado uma arma durante uma discussão, após questionar a qualidade do exame para covid-19 realizado pela vítima.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima relatou que marcou uma consulta com Enio após ser infectado com coronavírus e continuar passando mal após dois meses do diagnóstico. Durante a consulta, o médico teria questionado a qualidade do teste realizado para a doença, o que teria gerado a confusão. Ainda segundo a vítima, Enio teria pego uma mochila e sacado uma pistola para lhe ameaçar.

Posteriormente, ambos foram para a 16ª DP (Barra da Tijuca) e, no local, foi constatado que o pneumologista possuía um revólver, uma pistola, um soco inglês, duas facas, um carregador de pistola e munições dentro do carro. Ele foi autuado pela prática dos crimes de ameaça e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Por: Roma News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *