O Centro de Convenções e Eventos de Marabá terá capacidade para receber até 15 mil pessoas em eventos simultâneos.

O Centro de Convenções terá capacidade para receber até 15 mil pessoas em eventos simultâneos
O Centro de Convenções terá capacidade para receber até 15 mil pessoas em eventos simultâneos

A região sudeste do estado está sendo contemplada com mais uma grande obra de infraestrutura do Governo do Pará. Trata-se do novo Centro de Convenções e Eventos de Marabá, que está sendo construído no bairro Nova Marabá, em um terreno de 35 mil metros quadrados, dos quais 13.200 são de área construída, com capacidade para receber até 15 mil pessoas em eventos simultâneos.

Segundo a empresa Quadra Engenharia Ltda, construtora responsável, este será o segundo maior centro paraense criado para receber eventos de todos os portes, ficando somente equiparado ao Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, localizado em Belém.

A sede do novo centro, cuja gerência compete à Secretaria de Estado de Obras Públicas do Pará (Seop), fica localizada na rodovia Transamazônica, próximo ao Hospital Regional de Marabá, tem um aporte financeiro global de R$ 18.944.197,22 e já está com 50% dos trabalhos de engenharia executados. O centro será composto por quatro blocos principais, voltados à área administrativa, às feiras e eventos, teatro e área direcionada a auditórios, além de estacionamento projetado para aproximadamente 500 veículos.

Segundo Flávio Bentes, engenheiro responsável pela obra, seguramente, a construção do Centro de Convenções de Marabá “é uma das maiores obras deste porte em execução no Estado do Pará. É grandiosa, agrega valor econômico e atribui status ao município e cidades situadas nas regiões sul e sudeste. Além do mais, estamos gerando cerca de 100 postos de trabalho com mão de obra 100% local”, informa.

Para ele, o espaço foi planejado de forma a se tornar um dos prédios mais modernos e funcionais da cidade. “Este centro tem projetos arquitetônico e de engenharia arrojados, pensados para que os espaços sejam utilizados de forma inteligente”, reitera.

O bloco administrativo, além de escritórios, terá praça de alimentação capaz de receber 520 pessoas e o bloco de feiras e eventos terá capacidade para atender até 10 mil visitantes, com área de bares e banheiros. Já o bloco do teatro, terá 10 salas multiuso de 40 lugares cada uma, preparada para comportar divisórias removíveis e o teatro poderá receber uma plateia de mil pessoas em área totalmente confortável e climatizada. O bloco direcionado ao auditório poderá abrigar até cinco eventos simultâneos em um único espaço também separado por divisórias, com 104 lugares cada um.

Para o operário da construção civil Jonias Lima, um dos mestres encarregados pelos trabalhos no canteiro de obras, fazer parte deste projeto representa um desafio. “Quando chegamos aqui, este terreno ainda estava em fase de escavação e está sendo um desafio, pois cada dia tem coisa nova, já que se trata de uma obra grandiosa. Nunca trabalhei numa construção desse porte e uma das coisas que nos deixa muito orgulhosos é que nossa mão de obra é toda marabaense, o que valoriza o nosso trabalho. As obras do governo têm beneficiado diretamente muitas famílias”, declara.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), por meio do diretor da unidade do Senai de Marabá, Estanislau Sevilha, manifestou-se a respeito da importância de obras do porte do Centro de Convenções e Eventos de Marabá para o aquecimento da economia local e geração de emprego e renda na região.

“O Centro de convenções vai ter uma utilidade grandiosa, pois Marabá é um grande polo econômico das regiões sul e sudeste e funciona como via de passagem, interligando vários municípios importantes, com excelentes índices de produtividade do Pará. Acredito que é uma obra que o governo do Estado nos dá de presente e que chama a atenção para várias atividades agroindustriais importantes para o país desenvolvidas por nós”, explica.

O diretor do Senai também destaca a importância dos postos de trabalho gerados pelas obras estaduais na consolidação de um Estado mais forte. “Não podemos deixar de ressaltar o papel social desses projetos. Muitos deles utilizam mão de obra local e muitas delas foram formadas nos cursos de construção civil do Senai. Temos uma satisfação imensa de receber essas pessoas, qualificá-las e inseri-las no mercado de trabalho. Ações como estas não só contribuem com a qualidade de vida, mas principalmente com a autoestima do trabalhador de Marabá”, detalha.

Dados da Obra:

Início: agosto de 2012

Previsão de conclusão: agosto de 2014

Andamento da obra: 50%.

Valor global: R$ 18.944.197,22

Empresa responsável: Quadra Engenharia Ltda.

Secretaria responsável: Secretaria de Estado de Obras Públicas do Pará (Seop).

[divide style=”2″]

Agência Pará

Para acompanhar mais notícias de Tailândia, Curta o Portal Tailândia no Facebook facebook.com/portaltailandia.com.br. Siga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.