Bebê de 10 meses amarrado (Reprodução)

Um bebê de 10 meses foi resgatado da casa mãe após denúncia da avó paterna contra a ex do filho. A criança foi amarrada com uma corda para que a mãe gravasse um vídeo e enviasse ao pai para chantageá-lo a voltar com a agressora. A intervenção foi da Patrulha Maria da Penha, da Polícia Militar de Alagoas, e do Conselho Tutelar de Girau do Ponciano.

No vídeo, o bebê do sexo feminino aparece com os pés, as pernas e os braços amarrados, e uma mulher ri, chamando a criança de “ratazana”.

O Conselho Tutelar de Girau do Ponciano confirmou que o vídeo foi gravado pela mãe da criança quando ela ainda morava com a filha em Minas Gerais, depois de se separar do pai do bebê. Há aproximadamente uma semana, mãe e filha se mudaram para Alagoas, mesmo Estado da avó paterna da menina.

Sem flagrante

As autoridades foram à casa da mãe, na zona rural de Girau do Ponciano, Agreste de Alagoas, resgataram a criança e a entregaram à avó paterna.

Mas a mãe não foi presa, porque não houve flagrante. Isso porque a criança não apresentava sinais de maus-tratos quando foi resgatada.

Por: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *