Uma jovem viralizou na última semana após contar a história por trás de seu nome. Acontece que Kristina Fletcher foi batizada com o nome da amante de seu pai, para que ele pudesse confundir os nomes sem ser descoberto. As informações são do jornal Extra.

Em um vídeo compartilhado no TikTok, a americana explicou: “Eu sinto que a maioria das pessoas que têm o nome de alguém tem uma história fofa por trás dela ou tem o nome de alguém realmente especial… Não é o meu caso”.

Os pais da jovem fizeram um acordo quando a mãe de Kristina estava grávida: se ela fosse um menino, sua mãe poderia batizá-la em homenagem ao pai; se fosse uma menina, o seu pai poderia escolher o nome.

Ela explicou que ela nasceu de uma cesariana, e que sua mãe ficou internada após o nascimento. Seu pai ficou responsável por preencher a certidão de nascimento e escolheu seu nome.

A mãe só soube do nome da filha após o marido completar a papelada, mas ela não tinha ideia do que estava por trás da escolha.

“Ela [a mãe] simplesmente aceitou. Estava indo tudo bem por alguns meses até que minha mãe descobriu que meu pai a estava traindo. E qual era o nome da mulher? Kristina”, contou a jovem.

“A ideia era que, se ele a chamasse pelo nome errado, ele poderia dizer que tinha se confundido com o meu nome”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *