Crédito: Reprodução/Facebook


Raíssa Nunes Borges, de 19 anos, foi presa após planejar o assassinato de sua amiga, a jovem Ariane Bárbara Laureano de Oliveira para “testar se era psicopata” e descobrir como se comportaria após matar outro ser humano. O crime aconteceu em Goiânia.

Segundo a polícia, Raíssa Raíssa contou com dois comparsas para realizar o homicídio: Enzo Jacomini Carneiro Matos, de 18 anos, e Jeferson Cavalcante Rodrigues, de 22. O trio buscou a vítima de carro no Lago das Rosas, no Setor Oeste.

O crime aconteceu no dia 24 de agosto, quando Ariane entrou no carro, onde minutos depois Enzo enforcou a vítima e a deixou desacordada.  Após isso, Raíssa que estava no banco da frente, esfaqueou três facadas que mataria a moça. 

O corpo foi achado 6 dias depois em avançado estágio de decomposição por moradores próximos ao local de uma mata.

Por: Pleno News 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *