Suposto sequestrador enviou mensagens com ameaças para a vítima — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Suposto sequestrador enviou mensagens com ameaças para a vítima — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Dois homens foram presos pela Polícia Civil nesta sexta-feira (8) em São Carlos, no Oeste, por falsa extorsão mediante sequestro de um jovem de 21 anos. Um dos envolvidos, que é o próprio filho da vítima, forjou que havia sido sequestrado e pediu R$ 18.500. Ele queria o dinheiro para poder pagar dívidas do cartão de crédito, segundo a polícia.

De acordo com as investigações, na quinta (7) uma mulher de 37 anos moradora de Chapecó, a cerca de 45 quilômetros de São Carlos, recebeu mensagens via aplicativo informando que o filho havia sido sequestrado por ter perdido 4 armas de fogo de um grupo criminoso.

Os possíveis sequestradores exigiram que a vítima depositasse R$ 18.500 como pagamento pelo resgate.

Os suspeitos chegaram a enviar várias mensagens com ameaças para a mulher e um vídeo em que o jovem é aparentemente torturado no cativeiro, segundo a polícia.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, André Beckman, as investigações mostraram que o crime teria sido forjado pelo filho da mulher ameaçada.

Conforme os investigadores, o jovem era um dos poucos que tinha conhecimento que mulher receberia os R$ 18.500,00 na sexta-feira, pela venda de um imóvel.

Assim que a vítima entrou em contato com a polícia, as investigações para localizar o filho sequestrado começaram.

“Estávamos procurando o cativeiro. Mas aí ambos (suposto sequestrador e sequestrado) estavam caminhando normalmente na via pública. O que reforça a falsidade do sequestro”, disse o delegado.

Na delegacia, o jovem confessou o crime e afirmou que o fez por ter muitas dívidas no cartão de crédito.

Os dois homens foram encaminhados ao Presídio de Chapecó.

Por: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *