Por quase dois anos, um homem manteve um cachorro da raça husky siberiano preso a uma corrente e sem comida em uma cidade nos Estados Unidos. De acordo com as autoridades americanas, a motivação por trás da atitude cruel era a de se vingar da ex-mulher, que tinha ganhado o cachorro de presente tempos antes.

Quando o cãozinho foi encontrado por ativistas do Pet Angels Rescue of Oklahom, ele era apenas um saco de ossos e pelos. Por sorte, ele pôde ser salvo. Os ativistas ficaram impressionados com a força do animal, mesmo preso e sem comer por tanto tempo, ele não hesitou e se colocou sobre as quatro patas para amarrar guia.

Ao chegar no abrigo, ele recebeu atendimento veterinário, passou por uma limpeza e foi alimentado. E também recebeu um nome e passou a se chamar Finn.

Para os especialistas, o cão se recuperou de forma impressionante. Quando foi resgatado, pesava 18 kg, atualmente já está com quase 40 kg.

Mais tarde, Finn foi adotado por uma família que o recebeu com muito amor e mesmo depois de passar por maus-tratos, o cão se revelou um companheiro muito amoroso e gentil, que adora brincar e correr pelo quintal. 

Por Dol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.