Gilberto Egues da Costa foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) a 137 anos e 10 meses por estuprar e roubar pelo menos oito mulheres na BR-316. A informação do processo – que tramitou sob sigilo – foi divulgada pelo TJPA, nesta quarta-feira, 15.

De acordo com o Tribunal, os crimes aconteceram entre os anos de 2017 e 2018. As vítimas eram adolescentes e adultas, a maioria moradoras da Região Metropolitana de Belém.

Relembre o caso

As mulheres eram abordadas na BR-316, próximo ao shopping do bairro do Coqueiro, em Ananindeua. As vítimas relataram à Polícia Civil que eram ameaças a subir na bicicleta do réu sob ameaças de uma arma de fogo, em seguida eram levadas para uma área deserta e eram violentadas.

A Polícia Militar do Pará prendeu Gilberto da Costa em outubro de 2018. As vítimas reconheceram ele.

Maníacos de Marituba

A condenação do Gilberto da Costa ocorre em um momento delicado na capital paraense e RMB, após a prisão de Jederson Menezes Alves e a apreensão de um adolescente. Os dois são acusados de estuprar cerca de dez mulheres e matar uma.

O menor já tem antecedentes criminais e foi posto em liberdade há menos de um mês. Ele foi internado por roubo e cumpriu medidas em regime fechado entre os dias 6 e 17 de dezembro passado. Logo após a sua apreensão, a polícia prendeu Jederson Menezes Alves, acusado de ter participação nos crimes, agindo como mototaxista no transporte das vítimas.

Fonte: Roma News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que aconteceu hoje, direto no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.