Navegapará – Investimento – 2012 | Portal Tailândia

O secretário Especial de Infraestrutura e Logística para o Desenvolvimento Sustentável, Sérgio Leão, anunciou nesta quinta-feira, 31, investimentos de R$ 21 milhões por parte do governo estadual, ainda em 2012, para expandir a rede de fibra óptica para as regiões sul e sudeste do estado, garantindo que os municípios das duas regiões possam ter acesso à internet de qualidade por meio de infovias. A rede também vai chegar à região nordeste, por meio do Programa Navegapará, em até dois anos.

A informação foi anunciada durante a oitava edição do Fórum Empresarial, realizado no Centro Integrado de Governo (CIG). O evento, promovido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) contou, além do secretário Sérgio Leão, com a presença do titular do órgão, Alex Fiúza de Mello, e de representantes de diversas empresas instaladas no território paraense, que tiveram a oportunidade de apresentar suas dificuldades quanto ao investimento em tecnologia e inovação e ressaltaram a importância do poder público estadual garantir as condições infraestruturais necessárias para que o setor produtivo possa contribuir para a inserção do Pará num cenário marcado por maior competitividade e desenvolvimento.

Sérgio Leão afirmou que o governo estadual está atento às demandas empresariais e que vem atuando nesse sentido. “Apesar de o setor de CT&I contar com baixo orçamento se comparado a outras pastas, como saúde, educação e segurança, temos conseguido bons resultados”, lembrou o secretário especial, fazendo alusão a alguns compromissos assumidos pelo governo, como a inauguração do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá) em 2013, a renegociação das dívidas da Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa (Fapespa) e o avanço nas bases legais necessárias para subsidiar o investimento da iniciativa privada.

Estradas

Além da estrutura digital, o Estado também investirá  na pavimentação asfáltica em todo o estado. “Não há como desenvolver o Pará, se não houver melhorias na sua infraestrutura”, ressaltou. Ainda segundo Sérgio Leão, até 2014, o governo prevê a pavimentação de 1500 km de extensão entre as rodovias que cortam o estado.

Já o titular da Secti, Alex Fiúza de Mello, destacou a importância do Fórum como um espaço de interlocução com vistas à ação integrada entre empresariado e governo estadual. “O estado conta com uma capacidade limitada em termos orçamentários, porém, com boas parcerias e bom gasto dos recursos públicos, poderemos mudar o padrão de desenvolvimento regional e implantar uma economia baseada no conhecimento e na sustentabilidade”.

O Fórum dos Empresários contou, também, com uma apresentação da empresa Natura. A gerente Renata Puchala apresentou o Programa Amazônia, destinado a implantar polos de desenvolvimento regional no bioma Amazônia. O programa atua em diferentes frentes de ação, sendo as principais o investimento em CT&I em toda a cadeia produtiva dos biocosméticos, o fortalecimento institucional e o apoio às iniciativas voltadas para a manutenção da floresta em pé.

Atualmente, 10% da matéria-prima utilizada pela Natura advém da Amazônia. São duas mil famílias envolvidas diretamente na produção de insumos. De acordo com Renata Puchala, o objetivo da empresa é que, até 2020, chegue a 30% o consumo de insumos produzidos na região e passe para 12 mil o número de famílias envolvidas. Outras metas de longo prazo incluem o fomento ao empreendedorismo local e a consolidação de novos negócios.

A Natura está construindo em Benevides uma fábrica de sabonetes com previsão de inauguração em 2013. A meta é que, dentro de dois anos, a fábrica passe a compor um complexo maior, composto por outras empresas e por unidades de pesquisa voltadas à biodiversidade, o chamado Ecoparque. A próxima edição do Fórum dos Empresários será no dia 2 de agosto. Na ocasião, serão apresentadas as novas diretrizes da Fapespa.

 

 

Texto:
Ana Carolina Pimenta – Secti | via Agência Pará

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.