UPA 24h – Tucuruí | Portal Tailândia

O município de Tucuruí, no sudeste do Pará, já conta com mais infraestrutura na área de saúde. Foi inaugurada na cidade, na manhã deste domingo (24), a mais nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h do Pará, que recebeu investimentos dos governos federal, estadual e municipal. A solenidade de inauguração contou com as presenças do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, do secretário de Estado de Saúde Pública, Hélio Franco, e do prefeito do município, Saint Clair Ferreira. A UPA de Tucuruí tem capacidade para atender até 300 pessoas diariamente. Na solenidade, o secretário informou que o Estado deverá iniciar, a partir do segundo semestre, a ampliação do Hospital Regional de Tucuruí, onde será instalado um centro de hemodiálise.

O ministro Alexandre Padilha, que visitou junto com o secretário e o prefeito as instalações da unidade de saúde, disse que o atendimento na UPA seguirá as classificações de risco, conforme padrões estabelecidos em vários países. “A triagem na unidade classificará o atendimento de acordo com a gravidade do paciente. Esse serviço de classificação agilizará ainda mais o atendimento. O nosso desafio é reduzir o tempo de espera do paciente e, com a construção da UPA, a reduzir a superlotação nos hospitais”, acrescentou.

O secretário Hélio Franco ressaltou que o atendimento na UPA será importante para toda a região, e acrescentou que este investimento faz parte do Plano Estadual de Urgência e Emergência. “O Pará foi o primeiro a apresentar este plano ao Governo Federal, e está implementando uma série de ações para melhorar este atendimento para toda a população”, informou o secretário. O Governo do Estado, por meio da Sespa, investiu R$ 150 mil dos R$ 2 milhões aplicados na obra. O restante foi liberado pelo Governo Federal e Prefeitura de Tucuruí.

Urgência e Emergência – A UPA de Tucuruí oferece à população quatro médicos de plantão, sendo dois clínicos e dois pediatras, e 26 enfermeiros, que se revezam em turnos de 12 horas. Segundo o coordenador da UPA, médico Marcelo Silva, a unidade está preparada para atender diariamente a população de Tucuruí e de municípios próximos, com serviços de baixa e média complexidade, de urgência e emergência e pronto atendimento.

“A UPA vai atender os pacientes de urgência e emergência, que poderão permanecer na unidade por até 24h em observação. Caso seja necessária a internação, nós encaminharemos o paciente para o Hospital Regional da cidade, que está preparado para atendimentos de média e alta complexidade. Além disso, haverá o pronto atendimento com consultas médicas. Se o paciente precisar, poderá ser medicado aqui mesmo”, informou o coordenador.

A unidade tem espaços e equipamentos para exames laboratoriais, além de aparelhos para eletrocardiograma, raio-x e ultrassom, e três leitos para alta complexidade, com todos os equipamentos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). De acordo com Marcelo Silva, a UTI atenderá aos pacientes em estado grave, até que eles sejam transferidos para o hospital de referência.

Alexandre Padilha assegurou que a UPA será mantida com recursos do Ministério da Saúde, que investirá R$ 2 milhões na contratação de profissionais, compra de materiais e manutenção dos equipamentos. “Se o atendimento na unidade for considerado bom pela população, o Governo Federal pretende ampliar para R$ 3 milhões esse recurso, como forma de incentivo”, assegurou o ministro.

Mais investimentos – Durante a inauguração, o secretário Hélio Franco disse que, ainda este ano, mais nove UPAs serão entregues no interior do Pará. No total, o governo investe em mais 37 unidades de pronto atendimento, com recursos do Ministério da Saúde e dos municípios. A UPA de Tucuruí é a terceira em território paraense. A primeira está no município de Capanema (no nordeste), e a segunda em Ananindeua (na Região Metropolitana de Belém).

Além das UPAs, o governo paraense investe na rede de urgência e emergência no interior, conforme o Plano Estadual já apresentado ao MS, e estrutura centrais de regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

 

 

Texto:
Thiago Melo – Secom | via Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.