Crédito: © Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Governo Federal enviou ao Congresso a meta fiscal fixa para 2021 em deficit de R$ 247,1 bilhões e salário mínimo de R$ 1.088 A proposta que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) foi enviada nesta terça-feira, 15, pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

Neste novo projeto da LDO, o salário mínimo em janeiro deverá passar dos atuais R$ 1.045 para R$ 1.088. Essa correção considera a estimativa da inflação acumulada neste ano conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), de 4,1%.

Segundo o texto da matéria, cada R$ 1 a mais no salário mínimo eleva as despesas líquidas em R$ 304,9 milhões no ano. Já o aumento de 0,1 ponto percentual no INPC gera impacto líquido de R$ 720,8 milhões.

Sobre a meta estipulada pelo Ministério da Economia, inicialmente, a meta seria flexível, segundo a primeira proposta enviada em abril deste ano, por conta da indefinição sobre como a economia iria reagir após a pandemia. Entretanto, o Tribunal de Contas da União (TCU) exigiu uma meta fixa.

Por: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *