Amanda e Amália, de 18 anos, eram irmãs gêmeas idênticas | Reprodução

Um crime bárbaro chocou os moradores da cidade de Pacajus, no Ceará, nesta quarta-feira (15). De acordo com as autoridades a execução de duas irmãs teria sido uma queima de arquivo. O crime teria sido praticado por membros de uma facção criminosa

As vítimas, Amanda e Amália, de 18 anos, eram irmãs gêmeas idênticas, foram mortas a tiros, e o vídeo da  execução das vítimas já está circulando nas redes sociais. Segundo a polícia, elas estariam se relacionando com traficantes da região.

Nas imagens, ambas foram obrigadas a se ajoelhar, de costas, enquanto levantavam os cabelos com as mãos, expondo a nunca. Em seguida, elas são atingidas com vários tiros. Um adolescente de 17 anos, suspeito do crime, foi apreendido pela polícia. 

As duas costumavam publicar vídeos dançando na internet e eram bastante unidas. Amanda deixa uma filha de três anos e Amália, um filho de seis meses. O caso está sendo investigado e a polícia tenta localizar os outros suspeitos no homicídio.

Por: SBT Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *