Um crime macabro ocorreu na madrugada deste domingo (3), na zonal rural de Nova Ipixuna. Um homem foragido do Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (Crama) em Marabá, matou um desafeto, abriu seu abdômen e tórax, retirou o coração e o arrastou para uma lagoa, para se livrar do corpo.

O fato foi divulgado pelo delegado Lênio Duarte, de Bom Jesus do Tocantins, à imprensa local. As informações sobre o caso chegaram ainda na madrugada. Ao chegarem no local, o corpo da vítima estava na beira de uma represa. Testemunhas denunciaram que um homem conhecido como “Pimenta”, seria o assassino. Ele foi preso próximo ao local do crime.

Acusado do assassinato cruel

Segundo o levantamento das circunstâncias do crime, Pimenta amarrou Alex numa corda e o puxou até a represa, a cerca de 100 metros da casa. Ele abriu o tórax e abdômen e arrancou o coração da vítima. Depois, o jogou numa represa. “O coração não foi encontrado, mas a perícia confirmou que ele foi retirado”, disse o delegado.

A motivação do crime teria sido uma briga entre vítima e acusado. Ele foi autuado em flagrante e será encaminhado para o Centro de Triagem Masculina de Marabá.

Fonte: Portal Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *