Nomes como o do deputado federal Aécio Neves foram citador por Valladares | Reprodução/Rede Globo

Henrique Valladares, ex-vice-presidente da Odebrecht era um dos delatores na Operação Lava-Jato e foi encontrado morto na residência em que morava, na última terça-feira (17), no Rio de Janeiro.

O executivo ocupou a vice-presidência do grupo Odebrecht e delatou repasses milionários em esquema de corrupção.

Valladares foi responsável pela delação de nomes importantes, como o de Aécio Neves, a quem contou ter pago o valor de R$ 50 milhões, que foram depositados em contas no exterior.

Henrique ainda alegou que Edison Lobão, ministro de Dilma Rousseff, estava internando em uma UTI quando o cobrou dinheiro. Ele também delatou lideranças indígenas e membros da CUT.

Ainda não há informações sobre a causa da morte ou mais detalhes sobre o caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *