Nutricionista Natália Faria (foto: Ascom HJB)

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) cerca de 27 milhões de brasileiros são obesos e, que somadas aqueles  acima do peso, o cenário fica mais alarmante: 75 milhões de pessoas precisam tomar uma atitude por hábitos mais saudáveis, como adoção de alimentação balanceada e atividade física, que podem contribuir para prevenção e tratamento de doenças crônicas associadas ao quadro, como diabetes e hipertensão.

Referência no Sistema Público de Saúde (SUS) no estado para tratamento da obesidade, o Hospital Jean Bitar (HJB), investe constantemente na capacitação profissional que também é voltada para prevenção de doenças, inclusive, com orientação clínica do Serviço de Nutrição e Dietética (SND) que alerta para a importância de maior consumo de alimentos naturais, os não industrializados, minimamente processados, sem corantes artificiais, conservantes, aromatizantes e outros aditivos químicos.

Segundo a responsável técnica pelo SND do HJB, a nutricionista Natália Faria, atualmente, é grande o consumo da população por produtos industrializados, que passam por várias etapas de processamento, até chegar ao produto final. “Isso deve-se a vida corrida e, ai a opção por alimentos que ficam prontos rapidamente, acaba sendo o mais atrativo, no entanto, isso não quer dizer, que é o mais saudável”, observou.

A obesidade é caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal, podendo acarretar graves problemas de saúde e levar até à  morte. Segundo ela, a maioria das vezes a situação pode ser provocada por alimentação desequilibrada, na maioria das vezes associada ao sedentarismo e etilismo social, que favorecem ao ganho de peso, ao aumento da gordura corporal, consequentemente observa-se alterações bioquímicas e aparecimento de doenças crônicas associadas, como diabetes, hipertensão, colesterol alto (aumento do mau LDL e diminuição do bom HDL), triglicérides, doenças cardiovasculares, , maior risco de infarto, problemas gástricos, intestinais e até mesmo ao câncer.

A alimentação natural saudável passou a ser um componente essencial para prevenção e tratamento das mais variadas doenças

“Em contrapartida, a alimentação natural saudável passou a ser um componente essencial para prevenção e tratamento das mais variadas doença, além de proporcionar melhor qualidade de vida ao individuo”, diz a nutricionista, que sugere reservar um tempinho para ir às compras e abastecer a geladeira com horti-frutis variados de cores, sabores e nutrientes, ovos e carnes frescas (preferencialmente as brancas). A opção por farinhas e grãos integrais, como arroz, macarrão e pães integrais, açúcar mascavo ou demerara, também fazem parte de lista. “Temos que pensar no futuro, na longevidade e qualidade de vida”. Fica a dica de Natália Faria.

A professora Maria Francisca da Silva Messias, 44, reconhece  a importância da alimentação mais saudável com legumes, fibras e a furtas, mas admite que sua família tem o hábito de comer diariamente alimentos mais pesados como arroz, feijão e carne. “Nós até comemos, vez ou outra, uma salada. Também não comemos frutas diariamente”, comenta. A usuária do HJB também admite que faz algumas caminhadas, mas sem a frequência necessária. “Eu caminho. Às vezes não consigo todos os dias, mas pelo menos três vezes na semana, faço minha caminhada”, garantiu.

O cuidado com uma alimentação balanceada também é praticada internamente com as refeições servidas aos colaboradores e usuários internados, onde as dietas são de acordo com diagnóstico do paciente, que contribui para a sua melhoria clínica , incluindo dieta enteral e suplementação via oral. Os acompanhantes também fazem alimentação saudável no hospital.

A professora Maria Francisca da Silva Messias, 44, reconhece a importância da alimentação mais saudável com legumes, fibras e a furtas

O HJB dispõe de 70 leitos e é referência estadual para endoscopia digestiva, endocrinologia, reumatologia, geriatria, pneumologia e clínica médica. Os usuários do hospital contam com uma equipe de especialistas, estrutura, equipamento e tecnologias de ponta para realização de cirurgias de parede abdominal e gástrica, e ainda para cirurgias nas vias biliares e intestino.

 

Serviço: O Hospital Jean Bitar funciona na Rua Cônego Jerônimo Pimentel, Bairro do Umarizal. Mais informações: (91) 3239-3800.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *