Crédito: Reprodução/Redes Sociais



O comerciante Alberan Freitas amarrou, espancou e arrastou um quilombola morador de rua chamado Luciano Simplício. O caso aconteceu no último sábado, 11, em Portagre (RN), e as agressões foram capturadas em vídeos por moradores da região.

No vídeo, é possível ver Luciano amarrado com o rosto no chão. Em um momento, Alberan pisa no quilombola e diz: “Mato, mato ele. O que é meu, eu tenho o direito de defender”.

A gravação foi compartilhada pela vereadora Brisa Bacchi (PT-RN) em seu perfil. “É um absurdo que o linchamento continue sendo prática cotidiana, ainda mais como política de violência contra corpos negros”, escreveu

Moradores contaram que Alberan teria espalhado pela cidade que Luciano era “bandido e vivia drogado”. No sábado, 11, então, o quilombola reagiu e atirou pedras no mercado do comerciante. Alberan se revoltou e as agressões começaram.

O empresário conta outra versão. De acordo com ele, Luciano teria ido até sua casa, onde o provocou, comendo a carne de um churrasco e o ameaçando. Ele afirma que o quilombola jogou pedras no seu comércio, em seguida. Assim, ele o amarrou para que ele não fugisse até a polícia chegar.

Os dois foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Pau dos Ferros, onde o delegado Paulo Pereira autuou Luciano por depredação de patrimônio e Alberan por lesão corporal.

Por: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.