A maior montadora de veículos leves do mundo pode ter uma fábrica no Pará | Portal Tailândia

A comitiva paraense conheceu o pátio de montagem da Foton Motors, que ano passado encabeçou o mercado mundial com a produção de 700 mil unidades

A maior montadora de veículos leves do mundo pode ter uma fábrica no Pará. A proposta foi o motivo de reunião ocorrida nesta sexta-feira (11) entre a Comitiva do Pará e os empresários da Foton Motors, empresa líder no ramo que pretende estender seus negócios no Brasil, em especial no Estado. O encontro fez parte da agenda de compromissos da comitiva paraense em missão na Ásia, que teve início no último dia 6.

O grupo, formado por secretários, deputados e empresários paraenses, liderados pelo vice-governador, Helenilson Pontes, apresentou aos empresários chineses as vantagens comparativas e de atração de um investimento desse porte no Pará. Segundo Helenilson, empresários da líder automobilística – que ano passado encabeçou o mercado com a produção de 700 mil unidades -, já confirmaram visita ao Estado para avaliar a possibilidades do investimento. “Demonstramos todo o nosso interesse em trazer para o Estado um investimento nessa área e as possibilidades que o Pará tem a oferecer”, ressaltou.

Outro encontro importante nesta sexta-feira foi a visita à indústria de ferrovias chinesa Kikihar, em Beijing, uma das maiores fabricantes de vagões de transporte de carga do mundo. A multinacional já firmou acordo com a empresa Oyamota do Brasil para a fabricação vagões em Castanhal, nordeste paraense, com meta de exportação nacional. A comitiva também apresentou outros projetos relacionados a ferrovias, em especial, a Cuiabá- Santarém.

A área de turismo também despertou o interesse dos empresários chineses, setor em que o governo local prioriza investimentos. “Nosso Estado é rico em recursos naturais e o governo Chinês já sinalizou visita técnica para avaliar e estudar os projetos nesse seguimento”, destacou Helenilson Pontes.

A Foton Motors, considerada líder mundial no segmento de veículos leves, pode instalar filial no Estado, conforme foi discutido na reunião

Perspectivas – Segundo o deputado José Megale, líder do governo na Assembleia Legislativa, a missão pelos países asiáticos (Malásia e China) tem demonstrado alternativas e possibilidades vantajosas de investimentos futuros, além de excelentes perspectivas de geração de emprego e renda no Estado. “As vantagens competitivas do Pará deram início a um relacionamento com as grandes empresas chinesas, o que, com toda a certeza, irá gerar bons frutos para o Estado”, afirmou o parlamentar.

José Megale também destacou a receptividade dos países visitados pela comitiva e o interesse dos empresários asiáticos em firmar parcerias na região Norte do Brasil, principalmente no Pará, a partir da similaridade em algumas cadeias produtivas. “Num primeiro momento, visitamos a Malásia e conhecemos de perto o setor produtivo do dendê e como essa produção deu inicio a projetos positivos de reforma agrária no país a partir dos pólos produtivos”, explicou.

O Governo do Pará já deu início a uma política fiscal de desenvolvimento com a lei que regulamenta as taxas de exploração mineral. Segundo José Megale, os empresários chineses têm interesse nas potencialidades do Estado e também nas condições fiscais oferecidas. Para isso, a AL vai atender todas as necessidades propostas pelo Executivo no sentido de viabilizar os investimentos internacionais que gerem renda e emprego para a população do Estado.

“Temos um consenso dentro da Casa, em todas as bancadas, sobre a necessidade dos investimentos. A lei de incentivo fiscal é necessária e legal para a atração dessas empresas, dentro de uma normalidade jurídica que respeite a realidade dos paraenses”, enfatizou o parlamentar.

 

 

Texto:
Danielle Ferreira – Secom | Via Agência Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.