Participam do encontro representantes dos quatro projetos apoiados pelo Fundo Juntos pela Educação no Ceará.

fortaleza-capital-social-portal_tai

A criação de capital social, a partir da união entre múltiplos parceiros e capacitação de lideranças, é fundamental para a sustentabilidade de ações sociais. Esta foi uma das conclusões do debate na manhã desta terça-feira, 4 de junho, em Fortaleza, entre redes de educação integral do Ceará, reunidas no IV Encontro de Acompanhamento e Formação do Programa pela Educação Integral, do Fundo Juntos pela Educação. As discussões foram coordenadas por Domingos Armani e Dalva Correa, consultores em sustentabilidade. Participam do encontro representantes dos quatro projetos apoiados pelo Fundo Juntos pela Educação no Ceará.

Armani destacou a importância do capital social para a sustentabilidade, acima da captação de recursos financeiros para a manutenção das atividades de uma organização ou de redes sociais. “Se a sociedade não conhece o trabalho da organização ou rede social, e se esse trabalho não é reconhecido como importante, a sustentabilidade das ações ficará mais difícil. Será mais difícil captar recursos para mantê-las”, acentuou.

“A comunidade deve assumir um projeto social”, concordou a geógrafa Nádia Helena Oliveira Almeida, presidente da Fundação TERRA, proponente do projeto Ecomuseu de Maranguape, desenvolvido no distrito rural de Cachoeira, em Maranguape.

A relevância da continuidade das ações de organizações e redes sociais foi destacada, entre outros, por Vânia Girão Linhares, coordenadora do Projeto a Hora do Jogo, implementado em Horizonte. “Muitas organizações e redes sociais prestam serviços, absolutamente gratuitos para a população, que complementam o cumprimento do Sistema de Garantia de Direitos de Crianças e Adolescentes. Então, a continuidade dessas ações é fundamental para muitos”, acentuou.

O sociólogo Armani lembrou que a sustentabilidade de ações sociais nem sempre depende apenas das organizações e redes. “Algumas ações são mais sustentáveis dependendo do contexto histórico, econômico e político. E o atual contexto não é muito favorável para essas ações. Mas as organizações e redes sociais podem se articular para influenciar nesse contexto, e nesse sentido um projeto estratégico de comunicação é essencial”, completou.

O Fundo Juntos pela Educação é constituído pelo Instituto Arcor Brasil e Instituto C&A. O Programa pela Educação Integral apoia sete projetos em Pernambuco e Ceará. Cada projeto está baseado em uma rede composta por escolas públicas, organizações sociais e outros serviços públicos. São redes formadas para promover o desenvolvimento integral, através de oportunidades educativas que abordem todas as dimensões, de crianças, adolescentes e jovens destas comunidades.

No Ceará, são apoiados os projetos Ecomuseu de Maranguape, em Maranguape; Nossas Histórias, em Fortaleza; Hora do Jogo e Caldeirão das Artes, ambos em Horizonte. Em Pernambuco, são apoiados os projetos Solidariedarte, em Igarassu; Brincando com os Sons, em Olinda; e Construindo saberes e direitos através da Educação Integral, em Recife.

Sobre o Instituto C&A

O Instituto C&A, criado em 1991, concebe, planeja, gerencia e executa a política de investimento social da empresa C&A. Sua missão é promover a educação de crianças e adolescentes das comunidades onde a C&A atua, por meio de alianças e do fortalecimento de organizações sociais.

O Instituto C&A organiza suas atividades e programas em torno de três áreas: Educação, Arte e Cultura; Desenvolvimento Institucional e Comunitário; e Mobilização Social. Os programas desenvolvidos são Prazer em Ler, Educação Integral, Educação Infantil, Redes e Alianças, Desenvolvimento Institucional e Voluntariado.
Tel.: (11) 5501-4655 – www.rp1.com.br

Sobre o Instituto Arcor Brasil
O Instituto Arcor Brasil foi criado em 2004 e tem como missão contribuir para que crianças e adolescentes tenham igualdade de oportunidades por meio da educação. O Instituto atua preferencialmente nas regiões onde a Arcor do Brasil tem suas fábricas, no interior de São Paulo e regiões metropolitanas de Belo Horizonte (MG) e Recife (PE), relacionando-se com as comunidades locais.Já são mais de 330 projetos apoiados pelo Instituto nesses oito anos pela Educação.O Instituto Arcor atua em três grandes linhas programáticas: apoio financeiro e técnico a projetos e organizações; geração e divulgação de conhecimento; e mobilização e articulação para a Defesa de Direitos.

Mais informações:

Fundo Juntos pela Educação – www.juntospelaeducacao.com.br

José Pedro Soares Martins – Consultor de Comunicação

[divide style=”2″]

Para acompanhar mais notícias de Tailândia e Região, curta o Portal Tailândia no Facebook: facebook.com/portaltailandia.com.brSiga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.