ELEIÇÕES 2012 – Zenaldo Coutinho é eleito prefeito de Belém

Ele obteve 56,61% dos votos válidos, contra 43,39% do adversário.
Totalização dos votos de Belém foi encerrada às 19h.

Prefeito eleito falou com a imprensa no Hangar Centro de Convenções acompanhado do governador Simão Jatene e do prefeito eleito de Ananindeua, Manoel Pioneiro (Foto: Gil Sóter/G1)

O candidato Zenaldo Coutinho (PSDB) foi eleito prefeito de Belém neste domingo (28) com 438.435 votos, o que corresponde a 56,61% dos votos válidos. Edmilson Rodrigues (PSOL) ficou em segundo, com 336.059 votos, equivalente a 43,39% dos votos. O resultado foi confirmado pelo TSE às 19h do horário local.

No primeiro turno, Zenaldo havia ficado em segundo nas urnas, com 30,67% dos votos válidos, contra 32,58% de Edmilson, que venceu as eleições do dia 7 por menos de quinze mil votos.

Após a confirmação do resultado, Zenaldo falou com a imprensa no Hangar Centro de Convenções, onde é realizada a totalização do resultado das eleições em Belém. “As maiores angústias da população se concentram na saúde, segurança e saneamento. A partir de janeiro, vou iniciar o plano de atenção básica e prevenção na saúde, com o programa Saúde da Família. Temos que botar para funcionar o que já existe. Os postos terão médicos e remédios”, prometeu.

Biografia do candidato
Zenaldo votou acompanhado das filhas. (Foto: Thais Rezende/G1)Zenaldo foi eleito prefeito de Belém neste
domingo (28). (Foto: Thais Rezende/G1)

Zenaldo Rodrigues Coutinho Júnior nasceu 4 de fevereiro de 1961 em Belém. Formado em direito, é casado e tem duas filhas. Foi eleito vereador de Belém pelo PDT de 1983 aos 21 anos, conseguindo a reeleição em 1988.

Foi eleito deputado estadual duas vezes, atuando como presidente da Assembléia Legislativa em 1995. Em 1999, foi eleito deputado federal e chegou a ocupar o cargo de vice-presidente da Comissão de Constituição e Justiça. Zenaldo também atuou como chefe da Casa Civil e secretário especial de proteção e desenvolvimento social durante o mandato do governador Simão Jatene.

Em 2011, Zenaldo deixou a secretaria para atuar na frente parlamentar contra a criação do estado de Carajás durante o plebiscito que consultou a população do Pará sobre a possibilidade da divisão do estado.

Info Eleições 2012 no Pará - Belém (Foto: G1 )

Campanha
Durante a campanha, Zenaldo afirmou que irá realizar articulações políticas com o governador do estado, Simão Jatene, e com candidatos a prefeituras da região metropolitana de Belém. Zenaldo defende que esta articulação pode melhorar problemas graves da capital, como o transporte. Ele promete focar sua gestão em “três S”: saúde, saneamento e segurança pública.

Durante a disputa pelo segundo turno, Zenaldo foi questionado pelo candidato do PSOL sobre seu apoio ao atual prefeito de Belém, Duciomar Costa. Zenaldo alegou que não havia feito coligação com o prefeito, já que não considerava boa a atual gestão municipal. Durante o debate realizado na TV Liberal no dia 26, Zenaldo disse que pretendia fazer uma parceria com os demais prefeitos da Região Metropolitana de Belém, para solucionar probleas de maneira conjunta.

Propostas
Dentro do que considera as prioridades emergenciais da gestão pública, Zenaldo prometeu a construção de um pronto-socorro municipal em Icoaraci, aumentar a cobertura do programa Saúde da Família, criar um pronto-socorro municipal infantil e um centro de diagnóstico pediátrico, além de qualificar os profissionais da saúde do município.

Com relação ao saneamento, o candidato se comprometeu a realizar a manutenção dos canais do Una, da Visconde de Souza Franco, do Reduto e da Tamandaré, além de continuar as obras de macrodrenagem na Estrada Nova e retomar as obras do Canala do Paracuri.

Para segurança pública, Zenaldo disse que irá implementar um sistema de monitoramento eletrônico em pontos-chave da cidade, aumentando também o efetivo da Guarda Municipal.
Veja o resultado da apuração
Votos apurados: 807.741
Votos válidos: 774.494
Zenaldo Coutinho: 438.435 (56,61%)
Edmilson Rodrigues: 336.059 (43,39%)
Brancos: 12.595 (1,56%)
Nulos: 20.652 (2,56%)
Abstenções 202.015 (20,01%)

 

G1 Pará