Crédito: Divulgação/TV Globo

Uma criança de 2 anos morreu após ser baleada em um terminal de ônibus, na Zona Oeste do Recife, nessa quarta-feira, 07. A menina estava no colo do padrasto e acompanhada da mãe quando foi assassinada com um tiro na cabeça e no abdômen.

De acordo com o Hospital da Restauração, para onde o padrasto foi levado, ele foi baleado no braço, na mão e no abdômen. No entanto, os tiros foram transfixantes, ou seja, passaram de um lado ao outro do corpo. O homem foi liberado após receber suturas.

A Polícia investiga duas versões do crime. Segundo o padrasto, Jefferson Tavares, de 34 anos, ele estava sentado em um banco no terminal quando o assaltante chegou. Ele afirma que correu com a enteada no colo, mas o suspeito atirou contra eles.

A segunda possibilidade é de que o crime tenha sido um acerto de contas entre o criminoso e Jefferson. A hipótese é apoiada pelos peritos, que relatam que os tiros vieram de frente e não de costas, como contou o padrasto.

Segundo relatos, o padrasto fugiu para dentro da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A criança foi então levada a uma Unidade de Pronto Atendimento, mas não resistiu.

Um inquérito foi aberto no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa no bairro do Cordeiro. O crime foi registrado como homicídio e tentativa de homicídio.

Por: G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *