• Comércio mundial deve ter queda entre 13% a 32%, diz OMC

    A crise financeira, causada pelo coronavírus, deverá provocar no comércio mundial contração de 13% a 32% em 2020, bem superior a crise financeira de 2008, estimou nesta quarta-feira a OMC, Organização Mundial do Comércio.

    A contração que já era prevista pelas disputas entre blocos e países, agora o comércio deverá cair para “dois dígitos” em “quase todas as regiões” do planeta.
     

    A correção ameaça ser particularmente severa para a América do Norte e Ásia, cujas exportações podem cair em mais de 40% e 36%. Europa e América do Sul também devem ter quedas acima de 30%.

  • PIB francês cai 6% no 1º trimestre e país entra em recessão

    Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, caiu 6% na França, no primeiro trimestre deste ano, em relação aos três meses anteriores.

    Segundo o Banco de França, a atividade econômica caiu 32% durante a quinzena de confinamento em março. Este é o pior desempenho da economia francesa desde 1945.

    “Cada quinzena de confinamento custa cerca de 1,5% do nível anual do PIB e 1% do déficit público adicional”, afirmou o governador do Banco de França, Villeroy de Galhau.

    Os dados, coletados em pesquisa realizada entre 27 de março e 3 de abril com 8.500 empresas francesas, indica que a atividade econômica geral caiu 32%, um valor comparável ao publicado pelo Instituto de Estatística francês (Insee), que era de uma queda de 35%. 

    A construção civil, que perdeu cerca de três quartos de sua atividade normal, é um dos setores mais afetados.

    Todos esses setores juntos representam 55% do PIB francês. Os setores do comércio, transporte, turismo e restauração viram a sua atividade recuar dois terços.

  • Maranhão tem 230 casos confirmados do novo coronavírus e 11 óbitos

    O Maranhão encerrou a terça-feira com 230 casos confirmados do novo coronavírus e 11 mortes pela. A informação é da Secretaria de Estado da Saúde (SES), na noite desta terça-feira (7).

    A boa notícia é que 45 pacientes estão curados do novo coronavírus e receberam alta e estão sem sintomas de Covid-19.

  • Governo libera saque de R$ 1.045 do FGTS por trabalhador

    O governo federal confirmou no Diário Oficial da União (DOU) uma nova fase de liberação de recursos do FGTS. Medida Provisória publicada na noite desta terça-feira vai permitir saques de R$ 1.045 por trabalhador.

    A medida faz parte das ações adotadas para atenuar os efeitos econômicos do novo coronavírus no País. Os valores poderão ser retirados a partir de 15 de junho e ficarão disponíveis até 31 de dezembro.

    A Medida Provisória 946/2020, que autoriza os saques, extingue o Fundo PIS-Pasep, instituído por lei complementar em 1975, e transfere o seu patrimônio para o FGTS.

    De acordo com o texto, o patrimônio acumulado nas contas individuais dos participantes do Fundo PIS-Pasep ficará preservado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que aconteceu hoje, direto no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.