Crédito: iStock

A Neuralink pode começar a implantar chips em cérebros humanos em 2022,  segundo informações de Elon Musk, dono de companhias como Tesla ou Space X. Segundo o bilionário, as pessoas tetraplégicas ou com lesões na medula espinhal serão as primeiras a receber o tratamento, já que o protótipo vai permitir que eles se comuniquem com dispositivos eletrônicos por meio da mente. 

Fundada por Musk em sociedade com Max Hodak, a Neuralink trabalha no desenvolvimento de uma interface sem fio entre cérebro e máquinas. O objetivo é ajudar pessoas com problemas neurológicos, fazendo com que controlem equipamentos remotamente. Assim, quem apresenta limitações físicas poderia realizar atividades cotidianas.

Até o momento, a Neuralink havia testado seus protótipos eletrônicos em macacos, mas, de acordo com Musk, os testes já podem seguir para a próxima fase. Em abril de 2021, foi divulgado um vídeo no qual um símio conseguiu jogar vídeogame utilizando apenas a mente. 

Neuralink/YouTube/Reprodução

Musk disse que o dispositivo Neuralink não é apenas seguro e confiável, mas também pode ser retirado com segurança. Antes de lançar seu projeto ao público, o empresário precisará da aprovação da FDA, agência do governo dos EUA que regula e autoriza medicamentos, alimentos e cosméticos no país. 

Por: UOL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *