As imagens de um cão sendo levado para um passeio de despedida com o tutor viralizaram nas redes sociais. Foi uma forma de Carlos Fresco, de 57 anos, dar uma alegria a ele e ao labradoodle Monty, indo ao topo da sua montanha preferida, de 880 metros de altura, em Brecon Beacons (País de Gales), onde já haviam feito aventuras em outras épocas. O cão havia se submetido a quimioterapia conta leucemia, mas há 18 meses a doença voltou. As informações foram divulgadas pelo Sun.

Carlos, que é hoteleiro, sabia que Monty, de 10 anos, estava muito doente para fazer os 800 metros de subida a pé, então ele ajudou empurrando-o em um carrinho de mão.

Outros amantes de cães se ofereceram para ajudar o casal a subir a ladeira.

Carlos, do oeste de Londres, disse que seu animal de estimação “amava colinas”, então ele teve que improvisar.

Ele explicou: “Eu tropecei em um carrinho de mão velho e enferrujado que decidi tirar o pó e lubrificar. No dia seguinte, coloquei Monty em cima de um monte de cobertores e comecei a empurrá-lo para cima da Pen y Fan. Ele adorou e a reação que teve de outros caminhantes foi incrível. Todos eles se revezavam ajudando a empurrar o carrinho, e Monty realmente gostou disso porque sempre adorou as pessoas e era motivo de confusão. Para ser honesto, fiquei impressionado com a gentileza que recebemos – completos estranhos reservando um tempo para dizer ‘olá' e ajudá-lo a levá-lo ao cume.”

Carlos disse que escolheu o lugar porque tinha muitas lembranças felizes de ter caminhado lá com Monty. Carlos disse que Monty “faleceu ao pé da minha cama” no mês passado.

Por O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *