Um caminhão do Exército detonou uma bomba enterrada em uma estrada de terra, na quinta-feira (29), o que causou a morte de três militares no Paraguai, próximo da fronteira com o Mato Grosso do Sul.

O explosivo, que supostamente teria sido enterrado por guerrilheiros paraguaios, destruiu completamente o veículo militar e destroçou os corpos dos militares do Paraguai. As informações são do portal Campo Grande News.

Os corpos das três vítimas, os sargentos de infantaria Lauro Ramón Monzón Acosta, de 30 anos, Eulálio Espinoza, de 29 anos, e o sargento de material bélico Maurício Pérez Paredes, de 26, ficaram espalhados pela vegetação no entorno da estrada.

Com a explosão, sobraram apenas as rodas e parte da carroceria do caminhão. O motor do veículo de grande porte foi arremessado a, pelo menos, 70 metros de distância.

O caso aconteceu perto da fazenda La Yeya, em uma estrada de terra que liga Santa Rosa del Aguaray (departamento de San Pedro) a Capitán Bado (Amambay). O local fica a 90 km da cidade brasileira de Coronel Sapucaia (MS).

O Liberal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *