Na madrugada desta terça-feira, dia 21, o cacique de uma aldeia indígena de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, morreu por Covid-19. A vítima, Domingos Venite, de 68 anos, era líder da tribo guarani Sapukai, a maior do estado do Rio. Ele estava internado no Centro de Referência para Tratamento de Covid-19 desde o dia 26 de junho.

A aldeia tem 88 indígenas infectados pelo coronavírus, que estão sendo acompanhados por uma equipe médica, que é responsável pela aldeia. São aproximadamente 500 indígenas que vivem na aldeia, que fica localizada a cerca de 6 km da BR-101 (Rodovia Rio-Santos), na região de Bracuí. A comunidade vive em uma área montanhosa cercada por Mata Atlântica.

A Prefeitura de Angra dos Reis lamentou a morte do cacique e disse que ele recebeu todos os cuidados necessários para o tratamento da doença.

Por Roma News

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.