Há 55 dias sem Ministro da Saúde, o Brasil ultrapassou as 70 mil mortes pelo novo coronavírus nesta sexta-feira, 10. Foram 1.270 novos óbitos nas últimas 24h, totalizando 70.524 vidas perdidas pela covid-19, de acordo com o levantamento conjunto feito pelos veículos de comunicação Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL.

Há quase um mês, no dia 11 de junho, o País alcançava a marca de 40 mil mortes.

O único outro país do mundo a ter superado a marca de 70 mil mortes foi os Estados Unidos, em 6 de maio, quando atingiu 70.802 óbitos pela doença, segundo dados do Centro para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

Hoje os EUA contabilizam mais de 3,1 milhões de infecções confirmadas e 133 mil óbitos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins. O Brasil vem na sequência em números absolutos como nação mais atingida pela pandemia.

Por quatro dias consecutivos, o País contabilizou mais de 1,1 mortes e mais de 40 mil novos casos confirmados da doença no período de 24 horas: foram 45.235 de ontem para hoje e agora já são 1.804.338 pessoas contaminadas.

A covid-19 já chegou a 96,4% dos municípios (5.371) e o percentual de cidades com mortos é de 51%, segundo dados do Ministério da Saúde.

Liderando o ranking brasileiro de mortes e casos, São Paulo acumula 17.442 mortes pela covid-19 e 359.110 casos confirmados da doença. Nas últimas 24 horas, foram 9.395 novas infecções e 324 óbitos a mais desde quinta-feira.

Além de São Paulo, outros 12 estados já ultrapassaram a marca de mil mortes pela covid-19. O estado do Rio de Janeiro é o segundo com mais óbitos, com 11.280 vítimas da doença. Em seguida estão: Ceará (6.777), Pernambuco (5.482), Pará (5.224), Amazonas (3.008), Maranhão (2.392), Bahia (2.383), Espírito Santo (1.967), Rio Grande do Norte (1.356), Alagoas (1.246) e Paraíba (1.229).

Por Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *