Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Segundo o Ministério da Saúde informou, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teria dito que pretende se vacinar contra a covid-19 neste sábado, 3, data em que será iniciada na rede pública de saúde do Distrito Federal a imunização de pessoas com 66 anos, faixa etária do mandatário.

Segundo informações, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) vem fazendo um trabalho de alerta ao presidente sobre os riscos que ele corre de ser reinfectado pelo vírus e com uma das novas cepas que circulam pelo país.
 
Em julho do ano passado, Bolsonaro foi diagnosticado com a virose e, devido a isso, pode não ter mais os anticorpos contra o novo coronavírus.

Ainda de acordo com informações, o receio da equipe do presidente é de que ele seja exposto a variantes do vírus, dentre elas a que surgiu em Manaus, no Amazonas.

Mas, durante sua live que acontece toda semana nas redes sociais, transmitida ontem, 1º, o presidente disse que ainda não havia tomado uma decisão. “O que eu acho, né? Eu já contraí o vírus. Depois que o último brasileiro for vacinado, se tiver sobrando uma vacina, eu vou decidir se eu me vacino ou não. Esse é um exemplo que um chefe tem que dar. Igual num quartel”, disse o presidente. 

Como o presidente é do grupo de risco da doença, a recomendação de integrantes do governo é de que ele se vacine o quanto antes e, as expectativas entre os auxiliares é que Bolsonaro receba uma dose da vacina de Oxford/AstraZeneca.

Por: Portal Estado de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *