Crédito: AFP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) postou no Twitter, na manhã desta segunda-feira, 4, que a vacina emergencial contra a Covid-19 certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e de caráter não obrigatório, “está a caminho”. Na postagem, ele não indicou data ou detalhes sobre o plano nacional de imunização contra o novo coronavírus.

A semana que se inicia promete ser decisiva para que o calendário de imunização contra a Covid-19 no Brasil seja definido. A expectativa é que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) peça, nos próximos dias, a autorização emergencial à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a fórmula desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca.

O Instituto Butantan também se comprometeu, no fim do ano, a completar o dossiê sobre a vacina Coronavac nos primeiros dias de janeiro e, a partir daí, a intenção seria solicitar a liberação da fórmula chinesa. O governo paulista, que patrocina a Coronavac, tem reiterado que pretende começar a vacinação no estado em 25 de janeiro.

Existe, ainda, a possibilidade de que a Pfizer faça o pedido de uso emergencial nesta semana. Nos últimos dias de 2020, a empresa sinalizou que poderia mudar a estratégia, voltando atrás na decisão de pedir apenas o registro definitivo do fármaco.

Após reunião com a Anvisa, o fabricante afirmou que cogita recorrer à aprovação imediata como já vem fazendo em outros países.

Por: Metrópole

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *