Consumidores estão recebendo bem a nova medida.
Empresas terão prazo para se adequar a nova lei. Portal Tailândia-PA

Uma Lei municipal que entrou em vigor na última quinta-feira (9), em Belém, obriga os donos de pontos comerciais na capital paraense a oferecer gratuitamente aos consumidores as sacolas oxibiodegradáveis ou ecológicas, que demoram menos tempo para se decompor no meio ambiente. Os estabelecimentos vão ter um prazo para se adequar a nova medida. As micros, pequenas e médias empresas vão ter 36 meses para se adequar, as grandes 12 meses.

Aos poucos, as sacolas devem ser introduzidas no comércio da cidade. As sacolas ecológicas vão substituir as sacolas tradicionais, feitas de plástico, que derivam de combustíveis fósseis, como petróleo, e que levam bem mais tempo para se degradar no meio ambiente.

Empresas vão ter prazo para se adequar a nova lei municipal que obriga o comércio na capital paraense a oferecer gratuitamente sacolas biodegradáveis (Foto: Foto: Reprodução/TV Liberal)

As sacolas biodegradáveis são feitas com matéria prima vegetal e demoram até seis meses para se decompor. Segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Aspas), um trilhão de sacolas plásticas são produzidas no mundo e boa parte delas vai parar nas ruas ou em aterros sanitários.

A lei também estimula o uso de sacolas reutilizáveis. A Aspas informou que há cerca de três anos disponibiliza sacolas biodegradáveis e reutilizáveis nos supermercados associados.

Será que a ‘moda das sacolas verde' pega?

 

g1 pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.