Crédito: reprodução/Instagram @uncombable_locks

Com apenas um ano e quatro meses de vida, o bebê norte-americano Lock Samples foi diagnosticado com uma síndrome rara que impossibilita que seus fios de cabelo sejam penteados.  Essa síndrome chamada, em inglês, de uncombable hair syndrome, ou, em tradução livre, “síndrome do cabelo impenteável”, ou seja, que não dá para pentear.

Esse problema só foi notado, depois que Katelyn, mãe de Lock, notou que o cabelo do menino começou a mudar a partir dos seis meses.  “Eu perguntei para a minha mãe se eu também tinha um cabelo daquele jeito quando era bebê”, contou ela, rindo da situação. “Quando eu tentava lavar os cabelos de Lock, os fios quase não ficavam molhados. E mesmo quando a gente tentava secar, os cabelos nunca paravam no lugar, sempre ficavam com esse aspecto de despenteados”, disse Katelyn.

Preocupada com essa situação, a mãe da criança o levou para um pediatra que não conseguiu lhe explicar o motivo dos seus cabelos serem assim, até que Katelyn recebeu uma mensagem na internet de alguém que conhecia o problema e a alertou para a síndrome rara. A mãe, então, procurou um especialista e acabou indo ao Emory University Hospital, em Atlanta, o que acabou constatando esse diagnóstico. 

Após essa constatação, a família de Lock ficou mais aliviada ao ser informada de que a síndrome não afeta a saúde do pequeno, e que crianças com essa condição geralmente têm os cabelos finos, bem claros e que crescem para o alto, como uma flor de dente-de-leão.

Por: R7  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *