Crédito: Marcello Casal Jr/Agência Brasil


O Banco Central registrou oficialmente o primeiro caso de vazamento de chaves Pix na última quinta-feira, 30. O caso atingiu clientes do Banco do Estado de Sergipe (Banese). Em um comunicado, o banco informou que a exposição foi causada por “falhas pontuais em sistemas dessa instituição financeira”. As falhas em questão foram responsáveis por “consultas indevidas” a dados de 395.009 chaves Pix de pessoas que não são clientes do banco. Porém, o Banco Central declarou que o vazamento não interfere na segurança financeira dos clientes expostos.

Em nota, o Banco Central também informou que “Não foram expostos dados sensíveis, tais como senhas, informações de movimentações ou saldos financeiros em contas transacionais, ou quaisquer outras informações sob sigilo bancário. As informações pessoais são de natureza cadastral, que não permite permissão de recursos, nem acesso às contas ou a outras informações financeiras “, disse. Já o Banese informou que as pessoas que tiveram seus dados expostos serão notificadas por meio do aplicativo do banco: “Nem o BC nem as instituições participantes usarão quaisquer outros meios de comunicação aos usuários afetados, tais como aplicativos de mensagem, chamadas telefônicas, SMS ou e-mail”, disse em nota.

Por: O Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *