Vídeo registra que criminoso carregou o carrinho por ruas do bairro e até parou para comprar cigarro no percurso, em Aparecida de Goiânia. Segundo delegado, suspeito, de 19 anos, é procurado pela polícia.

Leia:
Homem carrega corpo esquartejado e decide parar para comprar cigarro

Um jovem de jovem, de 19 anos, filmado carregando um corpo em um carrinho de mão, em Aparecida de Goiânia, está sendo procurado pela Polícia Civil. Uma pessoa da família da vítima contou que ficou sabendo da morte do jovem após receber, por meio de um aplicativo de mensagens, uma foto do corpo do lado de fora do carrinho de mão.

Vídeo registra que criminoso carregou o carrinho por ruas do bairro e até parou para comprar cigarro no percurso, em Aparecida de Goiânia. Segundo delegado, suspeito, de 19 anos, é procurado pela polícia.

Um jovem de jovem, de 19 anos, filmado carregando um corpo em um carrinho de mão, em Aparecida de Goiânia, está sendo procurado pela Polícia Civil. Uma pessoa da família da vítima contou que ficou sabendo da morte do jovem após receber, por meio de um aplicativo de mensagens, uma foto do corpo do lado de fora do carrinho de mão.

“O que a gente mais quer é que ele apareça para dar explicação do por quê de tamanha crueldade do que ele fez. A começar pelo fato de colocar o corpo em um carrinho e sair andando como se fosse, o que segundo ele mesmo disse, um cachorro”, afirmou um parente, que não quis se identificar.

De acordo com familiares, todos estão muito abalados com a morte de Alexandre Macena Vieira, de 24 anos, e com a crueldade do crime. Ainda de acordo com o parente, a família espera que o suspeito seja encontrado o quanto antes.

CASO

De acordo com o delegado Rogério Bicalho, moradores entraram em contato com a PM, informando que estavam desconfiados de um homem que caminhava pelas ruas empurrando um carrinho de pedreiro com uma mala e um lençol.

Um novo vídeo chegou a mostrar o rapaz carregando um corpo em um carrinho de mão, parou em uma distribuidora, comprou um cigarro e voltou a carregar a vítima pelas ruas.

Por O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *