Uma adolescente identificada como Cristal Rodrigues Pacheco, de 15 anos, foi vítima de um suposto latrocínio quando ia para escola, em Salvador.

A vítima estava com a mãe e a irmã mais nova, que presenciaram tudo. Duas mulheres abordaram a vítima, anunciaram o assalto e depois fugiram. A menina morreu no local.

De acordo com a mãe da vítima, as mulheres não teriam levado nada, apenas cometeram o assassinato e fugiram. A polícia ainda irá ouvir os parentes de Cristal e, inicialmente, estão investigando o caso como latrocínio.

“A informação inicial é de que essas pessoas seriam indivíduos que circulam no lugar do fato e que seriam, possivelmente, usuárias de drogas. No momento, temos o vulgo (apelido) delas, mas a gente tem que fazer a identificação completa”, declarou Andrea Ribeiro, delegada e diretora do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa da Polícia Civil da Bahia.

Uma pessoa foi encaminhada à delegacia até o momento, mas foi liberada horas depois. As suspeitas do crime ainda não foram detidas. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, nove latrocínios foram registrados no primeiro semestre do ano na capital.

OLiberal

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.