Crédito/ O Liberal

Ari Gonçalves Soares, de 56 anos, morreu na noite da segunda-feira (5) e teve um de seus últimos pedidos atendido. O velório de Ari foi realizado em Flórida Paulista, no interior de São Paulo, nesta terça-feira (6), com dois barris de chope colocados no local para familiares e amigos pudessem beber.

O homem queria que sua despedida fosse alegre, como foi sua vida. O amigo, Ramon de Oliveira Dellaqua, foi quem contratou o serviço. A marca do chope servido durante o velório também foi escolhida por Ari.

“Ele sempre falava sobre esse desejo. Ari era uma pessoa positiva, alegre, feliz, extrovertida e era dessa forma que ele queria que fosse sua despedida, sem tristeza e dor”, recordou Ramon.

Ari lutava contra um câncer no pâncreas. No leito de morte, ele pediu para ser cremado.

“As coisas aconteceram como ele queria. Nós bebemos e relembramos todas as histórias boas que vivemos com ele, sem tristeza e negatividade”, disse o amigo.

Por: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *