Reprodução/ O Liberal

Um homem matou a própria esposa horas após a cerimônia de casamento e guardou o corpo dela em uma mala, de acordo com o relatado em um tribunal na Inglaterra, nesta semana. 

O corpo de Dawn Walker, de 52 anos, foi encontrado em uma mala quatro dias depois que ela e Thomas Nutt oficializaram a união. A última vez que a vítima foi vista foi na recepção do casamento, em um pub de Brighouse. No mesmo dia, o noivo, Thomas, de 45 anos, foi visto por câmeras de segurança levando uma mala grande para fora de casa, para uma área com arbustos. 

De acordo com o “Metro”, a Promotoria afirmou que a polícia foi à residência do casal para investigar o desaparecimento de uma pessoa. 

“Dizem que o dia do casamento de alguém é um dos momentos mais felizes da sua vida. Infelizmente, esse não foi o caso de Dawn Walker“, afirmou o promotor Alistair MacDonald aos jurados.

Thomas ligou para a polícia no dia 31 de outubro do ano passado para informar que a esposa estava desaparecida. No entanto, o corpo da vítima estava escondido em um armário na residência, e, depois, foi transferido para uma mala. 

“Ele sabia que ela estava lá porque a matou e colocou seu corpo lá antes de enfiá-lo em uma mala, quebrando ossos para alcançar esse objetivo, antes de levá-lo para um lugar onde ele jogou seu corpo”, completou o promotor.

O homem afirmou que ele e a esposa passaram a lua de mel em um trailer em Skegness após a cerimônia no dia 27 de outubro. Quando voltaram para casa, ele disse que a mulher, que sofria de depressão e bipolaridade, havia processado o divórcio e desaparecido. 

Por: O Liberal

Comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.