Depois de anos cantando funk, em 2012 ela abandonou a vida de funkeira, voltou para a igreja e fechou um contrato com a gravadora Central Gospel.

perlla-gospel-portal-tailandia

Cantora tem 24 anos de idade (Foto:AgNews)

Perla Fernandes dos Santos Castilhol, mais conhecida como Perlla nasceu em uma família evangélica e começou a cantar aos quatro anos no coral de sua igreja. Durante a infância, ajudou no sustento da família coletando sucatas para vender, vendendo balas e sorvetes na praia.

Depois de anos cantando funk, em 2012 ela abandonou a vida de funkeira, voltou para a igreja e fechou um contrato com a gravadora Central Gospel. Seu novo disco, A Minha Vida Mudou, tem uma sonoridade totalmente pop. Atualmente pertence à Igreja Assembleia de Deus e tem dado seu testemunho e pregado em muitas igrejas.

Aos 24 anos, ele está casada, é mãe de Pérola (11 meses) e grávida de 6 meses de Pietra. No primeiro momento pensou que ia virar dona de casa, mas não conseguiu ficar longe do microfone.

“O funk não é pecado, errado é o uso que fazem dele. Temos vários funkeiros gospel, mas escolhi o pop. Eu não gostava de funk. Foi uma oportunidade que tive na época”, explica.

Mas muitas pessoas não aceitaram sua mudança de estilo, inclusive seu pai. “Não só ele, mas muitas pessoas da minha família e amigos me deixaram desanimada, pois achei que tivesse apoio e não tive. Me chamavam de maluca. Tive que explicar isso para as pessoas e elas não aceitavam”.

Ela está convicta que tomou a melhor decisão, declarando “de render glórias a Jesus e testemunhar do seu amor por ele”.

 

Sobre o novo CD

A minha vida mudou, primeiro CD gospel de Perlla, apresenta a cantora com uma postura mais amadurecida e declara, em cada canção, o seu testemunho pessoal. Sem medo de comparações, a proposta é não descaracterizar a cantora e sua identificação com o público jovem. Daí a escolha pelo gênero pop, que explora batidas eletrônicas e instrumentos acústicos como bateria, contrabaixo, violão, guitarra, piano e teclado.

Antes conhecida como a rainha do funk melody no Brasil, Perlla agora canta a sua experiência de transformação. “Espero que as pessoas compreendam que, assim como aconteceu comigo, elas também podem experimentar essa mudança. Esse CD é baseado em um testemunho de vida. É a minha vida em forma de canção”, declara a cantora. Produzido por Rafael Castilhol e Cássio Castilhol, marido de Perlla, o álbum mescla músicas dançantes e de adoração. São 13 canções, a maioria inédita e composta especialmente para esse novo tempo, com destaque para A vitória já é minha, de Indinho. O CD traz ainda as regravações Nada como um dia após o outro, Meu alvo e Oferta agradável a ti, e composições de Anderson Freire. O álbum também conta com a participação especial de Jozyanne, ao lado de Perlla na faixa Amor por ti, de Davi Passamani.

O momento é tão especial e inspirativo que Perlla deixou aflorar o seu lado compositora, assinando as canções A minha vida mudou (Pra sempre), que dá nome ao álbum, em parceria com Cassio Castilhol e Indinho; e Agora estou em outra, com Abílio Varella e Rafael Castilhol. “Eu tenho muitas músicas gravadas em trabalhos anteriores, mas nada se compara ao que eu vivo agora. Hoje eu vivo com Cristo, para Cristo e com Cristo, e isso se reflete nas minhas composições e na maneira como eu canto”, revela Perlla.

 

Portal Tailândia – o maior portal de notícias da região.

Para acompanhar mais notícias de Tailândia, Curta o Portal Tailândia no Facebook: facebook.com/portaltailandia.com.brSiga também o Portal Tailândia no Twitter e por RSS.

Com informações Site Oficial da cantora, Extra e Yahoo.

Comentários
  1. Pastor evangélico pede voto para Henrique e peemedebista agradece com gafe hilária
    Manifestações semelhantes a essas nos eventos do PMDB e do PR geraram ações por propaganda eleitoral antecipada

    HENRIQUE-EVANGELICOS

    Ao que parece, a cada semana que participar de um evento político antes da abertura oficial das eleições 2014, o pré-candidato ao Governo, Henrique Eduardo Alves, do PMDB, poderá estar sendo alvo de uma ação por propaganda eleitoral antecipada. Afinal, a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) já o acusou duas vezes de publicidade extemporânea e, depois do que ocorreu na última semana, no evento da Igreja Assembleia de Deus Madureira, poderá novamente acionar o peemedebista na Justiça.

    Para quem não soube o que aconteceu, foram várias as manifestações semelhantes aquelas nos eventos do PMDB e do PR que geraram ações por propaganda eleitoral antecipada. Henrique, por exemplo, voltou a discursar como pré-candidato e agradeceu o apoio já confiado a ele pelos evangélicos dessa irmandade. “Muito obrigado por essa atitude de respeito que recebo nessa hora como pré-candidato ao Governo do Rio Grande do Norte”, afirmou Henrique durante o discurso dele, gravado e repassado aO Jornal de Hoje por um dos presentes no evento.

    “É o primeiro apoio que recebo fora dos partidos, que é natural, as alianças, coligações, interesses que se somam, que é natural, mas é o primeiro apoio que eu recebo. E quando essas coisas acontecem, a gente não esquece”, acrescentou o pré-candidato, que chegou até a cometer algumas garfes durante o discurso, mas que, no momento de apoio, sequer foram notados. “Minha irmã não devia ter lido a Bíblia. Foi ler, virou evangélica”, afirmou ele, em uma dessas gafes.

    Bom, mas propaganda mais clara do que as ditas por Henrique, foi o que afirmou 1º Vice-presidente da Assembleia de Deus Madureira no Brasil, pastor Samuel Ferreira. Em um momento claro de indicação de candidatos, ele citou Henrique e também os pré-candidatos Adenúbio Melo (PSC), Rogério Marinho (PSDB) e Wilma de Faria (PSB).

    “Nesta hora, nós vamos aconselhar e conselho, vocês sabem como funciona. Conselho é este, vai chegar material na mão de vocês, vai chegar tudo que tiver que chegar, e nós queremos pedir a vocês que nos ajude. Adenúbio, nós vamos orar por você. Vai ser nosso deputado estadual. Rogério Marinho, vem cá. Nós vamos orar por você. Vai ser nosso deputado federal. Nossa, o currículo dessa não tem nem muito o que falar, vai ser bom demais para o Brasil; que bom que vocês vão mandar para lá a nossa querida Wilma de Faria (…) e o nosso governador Henrique Alves”, afirmou Ferreira, em seguida, dizendo que ali “está fechado. Aqui acabou. Corram para fazer campanha em outro lugar” e ouvindo um “aqui começou”, de Henrique. “Muito bem colocado!”, concordou Cunha.

    O evento religioso foi realizado no sábado passado, em um hotel em Ponta Negra, Natal. Estiveram presentes Adenúbio, Rogério Marinho, ministro da Previdência Social, Garibaldi filho, a vice-prefeita, Wilma de Faria, e o vereador de Natal Jacó Jácome, o pré-candidato a Presidência da República pelo PSC, pastor Everaldo Pereira, e o líder do PMDB na Câmara Federal, o deputado Eduardo Cunha.

    A igreja Assembleia de Deus Madureira tem 5.200 membros no Rio Grande do Norte e está presente em 63 dos 167 municípios potiguares com 210 templos religiosos. “É um seguimento que cresse não apenas em quantidade, mas também em qualidade pela defesa de valores éticos e morais nos partidos”, disse Henrique.
    Compartilhar:

  2. O funk e todo estilo musical que não seja gospel é pecado.

    A bíblia relata que, a vida cristã é separação total do mundo, exemplo disso é Paulo e outros: Não vivo mais eu, mais Cristo vive em mim; Aquele que ganhar sua vida perde-a-la, mas aquele que perder por de mim ganha-la-a.

    Fiquem de olhos aberto, o diabo tá ao de redor querendo achar uma brecha; e veja, que tantas brechas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *