Os santistas mantêm o mistério e podem ter Paulo Henrique Ganso, recuperado de cirurgia, enquanto os corintianos devem ter o mesmo time que vem atuando nas principais partidas.

Aos 99 anos, Santos x Corinthians reafirma rivalidade com inédito contorno internacional

Reprodução/ESPN

Eles são considerados por muitos os dois dos melhores times do país na atualidade. E depois de retomarem na última década uma rivalidade de dois clubes já centenários, Santos e Corinthians começam a jogar na noite desta quarta-feira, às 21h50, o primeiro de dois clássicos alvinegros válidos pela Libertadores da América, torneio que já consagrou a atual geração santista – pode ser bi e igualar o time histórico dos anos 1960, mas ainda é o grande objetivo corintiano, já que o time jamais venceu a competição.

A taça conquistada em 2011 reviveu, aliás, uma característica do então maior time do Santos, que tinha como grande marca os jogos internacionais e a exposição de grandes craques. Ao Corinthians, a eliminação precoce de um ano atrás reforçou o desejo de voltar à Libertadores e, finalmente, vencê-la.

O primeiro duelo entre os clubes está para completar 99 anos. Foi em 22 de junho de 1913, quando o Santos subiu a serra para vencer por 6 a 3 o jogo disputado no Parque Antártica. De lá para cá, títulos paulistas, brasileiros, marcas de Pelé, fim de fila, pedaladas e até goleadas por 7 a 1 marcaram o confronto.

O JOGO TEM TRANSMISSÃO AO VIVO DA RÁDIO ESTADÃO ESPN A PARTIR DAS 21H50 DESTA QUARTA-FEIRA – O ABRE O JOGO COMEÇA ÀS 20H
Depois de segurar a definição de onde mandaria a partida das semifinais, o Santos escolheu por receber o maior adversário histórico dentro da própria casa, na Vila Belmiro. “A Vila é um campo que nós conhecemos muito bem e onde temos um grande apoio da torcida. Mas vamos ter de jogar muito bem para ganhar”, avalia o técnico Muricy Ramalho, atual campeão da Libertadores na primeira temporada dele no Santos, ano passado.

E apesar de conhecer muito bem o estádio do rival, o Corinthians preferiu quebrar o gelo na véspera do primeiro duelo treinando na própria Vila. Na atividade de pouco mais de uma hora, o elenco do time da capital conviveu com rojões que assustaram os atletas no gramado. A última das explosões, aliás, interrompeu a entrevista de Fábio Santos. “É importante dormir na cidade, descansar o dia todo na cidade, sentir o clima do jogo. O planejamento foi bem feito”, disse o lateral.

Em relação aos times, o mistério fica por conta do lado do Santos. Paulo Henrique Ganso antecipou a recuperação de uma artroscopia, treinou normalmente nos dois últimos dias e pode ser a novidade da equipe com a camisa 10. “O Muricy não quer dizer. Estou louco para saber também”, comentou o goleiro Rafael, mantendo a escalação indefinida. Enquanto isso, Arouca e Borges, que tinham problemas físicos, estão relacionados sem problemas, enquanto Léo deixou o treino final sentindo dores na virilha e se tornou dúvida.

Do lado do técnico Tite, nada de surpresas. O time titular deve ser o mesmo que vem jogando as principais partidas, enquanto Liedson, centroavante que perdeu a posição após a primeira fase da Libertadores, não fica nem no banco de reservas. Romarinho, incrito para esta fase depois de ser contratado junto ao Bragantino, também não foi relacionado.

FICHA TÉCNICA:SANTOS X CORINTHIANS
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 13 de junho de 2012, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Henrique (BRA)
Assistentes: Dibert Pedrosa e Roberto Braatz (BRA)

Santos: Rafael; Henrique, Edu Dracena, Durval e Juan; Adriano, Arouca, Elano e Ganso (Borges); Neymar e Alan Kardec. Técnico: Muricy Ramalho

Corinthians: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Jorge Henrique e Emerson. Técnico: Tite

 

msn esportes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.