Chefão do UFC defende Lyoto e cita dificuldade de Jones em encontro de 2011

Corte profundo na luta de 2011

Apesar de ainda não estar confirmada – Jon Jones ainda precisa manter o seu cinturão em duelo contra Dan Henderson –, a indicação de Lyoto Machida para lutar com o norte-americano já causa repercussão. Com moral após a vitória sobre Ryan Bader no último sábado, o brasileiro foi defendido pelo chefão do UFC, Dana White. O dirigente lembrou o combate entre os lutadores em dezembro de 2011 e reforçou os seus planos de permitir uma revanche para Lyoto.

LYOTO VÊ PONTO FRACO EM JON JONES

  • Depois da derrota no final do ano passado, Lyoto Machida não conseguiu mais tirar Jon Jones da cabeça. Ele admite que pensa muito nessa luta e agora, ele pode ter a chance da revanche. Com a impressionante vitória sobre Ryan Bader no último sábado, ele ganhou a chance de voltar a disputar o título dos meio-pesados e espera o vencedor de Jon Jones x Dan Henderson.

Apesar de ter sido castigado com uma cotovelada e um golpe que o apagou no duelo pelo cinturão, Lyoto mostra confiança para um possível reencontro. Jones, no entanto, precisa bater Henderson no dia 1º de setembro. Dana segue a linha do brasileiro, acredita em um confronto equilibrado e ataca quando questionado sobre o estilo de luta de Lyoto.

“Se você não quer ver Lyoto na disputa de título, não assista. Se você não gosta, não compre o pay per view. É o que todos disseram sobre esse último card. Todos esses gênios que têm todas as respostas estão julgando os cards antes que eles aconteçam. Você não pode julgar algo até que aconteça. Julgá-lo antes é completamente estúpido”, opinou o chefão em entrevista ao programa Inside MMA.

Segundo Lyoto, o segredo para vencer Jones está em sua forma de lutar, em sua técnica e seu estilo como carateca. “Para mim, lutar é isso. Acertar o adversário, sem nunca ser acertado. É isso que faço até nos meus treinos, quando faço sparring,” comentou.

O bom desempenho no primeiro round contra Jones na luta disputada em 2011 serve como argumento para Dana White defender a revanche. “Lyoto Machida vai lutar contra qualquer um. Ele bateu Bader de forma convincente, não sofreu qualquer dano. E fez uma boa exibição contra Jones em sua última luta”, lembrou.

 

 

uol esportes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.