A direção da Rede TV!, em vez de se preocupar com o que realmente atravanca a sua própria sobrevivência, resolveu botar pressão na imprensa, achando que isto poderá de alguma maneira contribuir ou aliviar mais este momento de crise. Não é por aí.

Toda a questão, que já se arr asta de muito tempo, passa distante de qualquer perseguição. E isto nunca existiu. Não foi nenhum jornalista, queum dia resolveu vender ou comprar ações do outro sócio e só colaborou para amplificar antigos problemas ou possibilitar o surgimento de novos. Aquilo foi uma linha divisória e tudo se agravou a partir dali. Assim como outras tantas baixas, que vieram imediatamente a seguir, como perder o UFC,  todo o episódio da saída do “Pânico” e o fim das transmissões da Série B, entre as mais importantes.

Responsabilizar um outro alguém ou querer desviar o foco, é simplesmente fugir do que realmente interessa e a Rede TV!, hoje, precisa de pessoas que encarem toda essa situação de frente e com uma direção mais firme e responsável. Ainda assim, não será uma tarefa fácil.

por Flávio Ricco

 

audiencia e tv

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.