Um dia casamento homosexual ao vivo, no outro Culto evangélico. Que bagunça é essa?!

O apresentador Pedro Bial esteve na Igreja Celular Internacional de Copa Cabana na última quinta-feira (26) para entrevistar a pastora Sarah Sheeva que se preparava para ministrar em mais um Culto das Princesas. A entrevista que será exibida no programa “Na Moral” precisou acontecer antes do início do culto, pois a entrada de homens é proibida.

Convertida desde 1997, Sarah Sheeva, filha dos músicos Baby do Brasil e Pepeu Gomes, passou a ser notícia nos veículos seculares por pregar contra o que ela chama de “espírito de cachorrice”, ensinando as mulheres a se comportarem como princesas.

Esses ensinamentos estarão em um livro que ela está terminando de escrever chamado “Manual de princesices – Como deixar de ser cachorra, se tornar uma princesa, e receber o amor que você merece” que deve ser lançado ainda este ano.

“Estamos aqui contra o espírito da cachorrice. Somos as princesas de Deus. Amém”, disse ela que foi mencionada no site EGO. Aos 39 anos Sarah não esconde sua vida pessoal, confessando que no passado já foi ninfomaníaca e hoje está há mais de dez anos em abstinência sexual.

Para não cair em tentação, ela mantém uma vida de santificação evitando até mesmo de assistir filmes românticos. “É desafiador, mas não provoco desejo. Oro e me cuido”, diz.

Depois da ministração Sarah ofereceu um espaço para perguntas para o público presente, mais de 800 mulheres de todas as idades que participaram do culto puderam tirar suas dúvidas relacionadas à vida sentimental.

A grande maioria dos questionamentos está relacionada ao sexo, a pastora não teme às perguntas e responde tudo sem perder o humor, como foi o caso da pergunta a respeito do sexo anal. “Deus criou cheiro para dizer o que presta e o que não presta. Por que as fezes fedem? É um orifício de saída, e não de entrada”.

ONDE ESTÁ A MORAL?

 

 

portal gospel jovens

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.