Termina nesta quarta-feira (14) o prazo para inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. Isentos ou não, os interessados devem acessar o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e solicitar a inscrição na Página do Participante. As provas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro, tanto a versão digital quanto a impressa. As duas versões também terão a mesma estrutura de prova: quatro cadernos de questões e a redação.

O pagamento do boleto no valor de R$ 85, para quem não possui isenção de taxa, vai até o dia 19 de julho. Caso o estudante não conclua os procedimentos, terá sua inscrição cancelada automaticamente. Qualquer pessoa que já concluiu o Ensino Médio ou está concluindo essa etapa pode fazer o Enem para ter acesso à Educação Superior. Aqueles que ainda não concluíram o Ensino Médio podem participar como “treineiros”. Neste caso, os resultados no Exame servem somente para autoavaliação de conhecimentos.

Na reta final da inscrição é importante se atentar aos detalhes para não ter problemas futuros. No ato da inscrição, o participante deve anexar, obrigatoriamente, uma foto atual, pois o Inep poderá usá-la no dia da realização da prova. As características das fotos são: nítida, individual, colorida, com fundo branco, que enquadre desde a cabeça até os ombros, rosto inteiro, sem uso de óculos escuros e artigos de chapelaria.

A Política de Acessibilidade e Inclusão do Inep garante atendimento especializado e tratamento pelo nome social, além de diversos recursos de acessibilidade. Há também uma aplicação para pessoas privadas de liberdade. É necessário enviar corretamente todos os documentos exigidos no edital para fazer uso do atendimento.

Estudantes que efetuarem a inscrição no Enem 2021 e que desejem usar o nome social no dia das provas, podem fazer o cadastro entre os dias 19 e 23 de julho. O resultado será liberado no dia 30 de julho.

A redação integrada de O Liberal entrou em contato com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), porém não obteve respostas sobre o número de inscrições realizadas no estado do Pará.

(Bruna Ribeiro, estagiária, com supervisão de Victor Furtado, coordenador do núcleo de Atualidades)

Por O Liberal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *