UFC Belém – Marreta vence luta com quarto nocaute seguido
Thiago Marreta põe mais um adversário na conta e vence com quarto nocaute seguido no UFC (Foto: Buda Mendes/Zuffa LLC )

A fase de Thiago Marreta, definitivamente, é impressionante. O ex-participante da segunda temporada do TUF Brasil derrotou Anthony Smith, na luta de abertura do card principal do UFC Belém, no ginásio Mangueirinho, por nocaute técnico, a 1m03s do segundo round.

Esta foi a quarta vitória consecutiva de Thiago Marreta pela via rápida – a melhor fase de sua carreira no Ultimate. Antes de Smith, ele despachou Jack Marshman, Gerald Meerschaert e Jack Hermansson. Já o americano Anthony Smith teve a sequência de três triunfos interrompida pelo atleta canarinho.

– Quero agradecer o público de Belém pelo carinho. Vocês estão dando show! Quero mandar um recado para a galera da Cidade de Deus, pedir paz para o Rio de Janeiro. Está difícil ver o noticiário. É muita violência! São quatro vitórias consecutivas por nocaute. Eu sou um dos maiores nocauteadores da minha categoria no UFC. O que está faltando? Quero um top 5! Não quero disputar o cinturão agora, mas quero alguém que me leve até ele. E eu vou passar por cima – disparou o representante da Tatá Fight Team (TFT).

A luta

Thiago Marreta investiu nos chutes no segundo round e abriu o caminho para a vitória (Foto: Buda Mendes/Zuffa LLC)

Thiago Marreta deu um leve susto nos primeiros movimentos da luta. Ele se desequilibrou, fazendo com que Smith avançasse e o pressionasse no solo. Após bom chute rodado, o atleta da TFT se afobou e deu as costas, dando brecha para que o americano o colocasse com as costas no chão, na meia-guarda. Tranquilo, o brasileiro não demorou a raspar e, para delírio do público, ficou por cima, na guarda fechada do oponente – que foi castigado na linha de cintura com fortes socos. Quando Smith tentou se levantar e ficou sentado no octógono, Marreta o acertou novamente. Na raça, Smith se levantou e, ao segurar uma das pernas de Marreta, fez o brasileiro correr pelo cage. Entretanto, com um golpe que fez um barulho impressionante, acertou em cheio do rosto do rival que sofreu duros golpes na sequência, mas demonstrou uma resistência incrível.

No começo da segunda etapa, Thiago Marreta investiu nos chutes, tanto na linha de cintura, quanto na direção da cabeça de Anthony Smith. O americano se mantinha de pé – até que um chute nas costelas o fez cair no chão, acusando a dor. No solo, Marreta foi implacável ao desferir cerca de 25 socos, enquanto o rival grudava em sua perna e tentava se defender. Ao ver que Anthony Smith não esboçava mais reação, o árbitro interrompeu o confronto. A torcida vibrou, e Marreta comemorou em cima da grade, agradecendo o carinho dos paraenses.

Por Marcelo Barone, Marcelo Russio e Raphael Marinho / Combate

Você pode gostar de ver

MMA – 4º MFC de Tailândia, amanhã 9 de dezembro no Ginásio de Esportes

Domingo 4 de dezembro acontece a 29ª edição do maior evento de…

Abaetetuba sedia 5ª edição do Talento Fight Pará nesta sexta

Competição de MMA terá 10 lutas com disputas de dois cinturões. Os ingressos custam R$10 e podem ser encontrados no local do evento.

Lyoto desembarca em Las Vegas para encarar Weidman

Lyoto Machida postou fotos da chegada a Las Vegas deixando claro que…

Confira os resultados do SFC 7.0 (Strike Fighting Championship), que aconteceu em Tailândia

O Strike Fighting Championship, SFC, que acontece em Tailândia, nordeste do Pará,…